#

segunda-feira, 28 de outubro de 2013

A (estranha) raça masculina

Há algo de incompreensível na raça masculina (ok, há muita coisa). Diria mesmo que há alturas em que se deve dar um apagão enorme na cabeça de um homem dando lugar a momentos menos inteligentes e de lucidez zero. É que uma gaja até pode ser minorca, obesa, ter celulite até às orelhas, pêlos gigantes debaixo dos sovacos, pode cheirar a peixe morto, ter o dente da frente podre ou até mesmo algum verdete, ter o cabelo loiro platinado e umas vistosas raízes pretas. Também é completamente irrisório ser burra como uma porta e ter uma linguagem menos própria, que basta envergar um mini vestido (também pode ser do mais piroso que há) para que tudo isto seja esquecido e a mulher seja extraordinariamente admirada como se fosse a oitava maravilha do mundo.
Acredito que há algo que limite os homens e a cabeça (superior) deixe de funcionar. A sorte é que há homens e Homens.
24-09-2013 15-51-22

21 comentários:

  1. ai tal e qual, concordo a 100%! e depois as mulheres é que são estranhas

    ResponderEliminar
  2. ahahah o que me ri! Bem quase que concordaria contigo. Se não conhecesse o M. E aí entra aquela tua permissa: Há homens e homens!
    Mas adorei o teu desabafo. Fez-me feliz!!

    Um beijinho, Sara ♥
    http://littletinypiecesofme.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eheheh :D Foi um desabafo sobre o que se observa à nossa volta. É por conhecer o Baby, também, que tive de finalizar com a tal permissa! =))
      Beijinho Sarinha *

      Eliminar
    2. Sim sou eu Baby :D felizmente faço parte da fatia, há homens e homens e com muito orgulho! Acho que é tudo uma questão de respeito e gosto pela pessoa que está a nosso lado! E tu Baby, és única para mim! I'm so happy with you ;) <3 love you

      Eliminar
  3. Ahahah, concordo plenamente. Mas depois a verdade é que eles não querem essas mulheres para viver um amor, e eu acho que eles sentem uma certa pena delas e reconhecem que elas são assim, mas a testosterona fala mais alto e o que eles pimba.xD o que eu me ri com essa descrição de mulher.xD

    ResponderEliminar
  4. Tão verdade!... Com um saco na cabeça, tudo marcha! E nós quando dizemos que um rapaz é jeitoso, uiiii, já somos umas depravadas! São os homens dos dias de hoje :D

    ResponderEliminar
  5. Ai como concordo com o que disseste. Há mulheres que não tem a noção do rídiculo e há homens que também não. É que eles preferem essas mulherzinhas, porque não dão muito trabalho e eles só querem mesmo é divertir-se, mas caramba.

    ResponderEliminar
  6. concordo completamente!
    Aguardamos sua visita
    tr3ndygirl.com
    http://tr3ndygirl.com/
    Beijuus

    ResponderEliminar
  7. sem duvida!!
    um vestido (mais cinto que vestido) bem curto e passa a ser QUALQUER coisa que perfeita :)

    ResponderEliminar
  8. a mim parece-me que é a cabeça (inferior) que faz com que a cabeça (superior) pare de funcionar...

    ResponderEliminar
  9. Não podia concordar mais contigo! Não podem ver umas pernocas à mostra que o cerebro deles faz logo reset :p

    ResponderEliminar
  10. Já li este texto no blog da Pipoca mais doce. Foi escrito por ela há vários anos. Cópia total.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Cópia total? Garanto-lhe que o que aqui está não é cópia de nada mesmo! Agradeço que me mostre este texto já escrito.

      Eliminar
    2. Poderá, de facto, não ser, cópia total, mas ora releia lá um texto da Pipoca mais doce datado de Julho 2007. Só muda mesmo as caracterizações das mulheres, de resto até da "oitava maravilha do mundo" fala. Para què???

      Eliminar
    3. Fui ver, e agradeço ter vindo dizer qual era o texto porque fiquei mesmo curiosa tendo em conta que você mostrou-se bastante convicto(a) ao dizer ser uma cópia, quando tenho consciência que o texto acima saiu todo de mim, derivado de uma saída com amigos.
      E achei engraçado ter tocado num assunto, já antes concluído por alguém, neste caso a Pipoca. Mas a única "cópia" que não é cópia, diria coincidência (que gostei bastante, confesso) é mesmo o tema em discussão. E a parte "oitava maravilha do mundo" então, é coincidência das coincidências. Mas isso foi uma expressão usada por uma amiga (na tal saída) e apoderei-me dela!
      E o meu texto em nada tem a ver com o da Pipoca (só mesmo o tema), ela tem um dom de escrita que só ela mesmo e já me ri com as palavras que ela usou para falar disto!
      Mais uma vez obrigada por me ter dito qual era o tal texto.

      Eliminar