sábado, 27 de agosto de 2016

Já disse que estou quase a fazer anos?

Salsa 79,90€

É que se não forem vocês a fazer alguma coisinha por mim, estou mesmo a ver que vou ter de recorrer ao plano B.


Mas estou triiiiiiiiiste, muito triiiiiiiiiiisteeeee, ouviram senhores da Salsa?!! Como é que ousam desclassificar-me, hum? Logo eu (snif), vossa maior fã (snif, snif), aliás, fã nº 1 (snif, snif), e esfrangalham-me assim os sentimentos?! Buuuááaaaaa. Que fique aqui bem claro que foi com muita mágoa e pesar que dei conta que passei de "cliente Diamond" para "cliente Gold" e que estou a pensar barricar-me numa das vossas lojas como forma de protesto. Ou isso ou uma greve de fome. Adeus.


sexta-feira, 26 de agosto de 2016

Aiiiiiiiiiii quase me esquecia, maaaaas...

...ainda vamos a tempo de dar uma salva de palmas ao blog da Gata que faz hooooje...tchan tcharan tchaaaaan...TRÊS aniiiinhooooos, ieiiiiiiiii!!


CLAP! CLAP! CLAP! CLAP!

Bonito, bonito (não, não é nada disso, suas depravadas) era brindar-vos com um daqueles discursos de puxar à lágrima de como estes últimos três anos foram absolutamente espectaculares na vossa companhia, e seria, caso eu não estivesse aqui entretida com outras coisitas igualmente importantes. De modos que fica um meeeeeega OBRIGADA pela vossa companhia virtual e outro meeeeeega OBRIGADA por estarem sempre aí, mesmo depois deste tempinho mais distante (imagino que tenham mais nadinha interessante para fazer, wuuuaaaahhhh).
Beijufas e bom fim-de-semana.



Cinco dias da semana, cinco looks #16

Segunda-feira
De regresso ao trabalho com muito sono e muita pinta.

Terça-feira
Continuamos a preto e branco e perdida no mundo das bolas.

quarta-feira, 24 de agosto de 2016

Já disse que estou quase a fazer anos?

URBAN DECAY - Naked Ultimate Basics 50€ (aprox.)


Acho que chega à Sephora a tempo e tanto jeito que me dava.
:D :D

"Comer é bom, mas sentir-me em forma é sensacional"

Não sou daquelas pessoas que pesava 90 kgs e que conseguiu o grande feito de perder 40, mas sou (era) o típico caso da "falsa magra" - aparentemente magrinha, mas a nadar em gordura por dentro - que comia algumas porcarias e que está a conseguir ter um corpo/vida mais saudável, o que para mim também passa por grande feito.

Quando a 22 de Janeiro deste ano cheguei ao pé da Maria pela primeira vez, estava com 61,4 kgs (e 4 desses quilos ganhos assim do "nada" e num curto espaço de tempo), com 25,8% de massa gorda, com 78 cm de barriga e 71 cm de cintura.
Ontem, foi dia de consulta e estava com algum "receio" já que em Julho não tinha feito o "controlo" e, entretanto, foram as jantaradas no Agitágueda, foram as férias, foram os Magnuns manteiga de amendoim, foram as tripas de chocolate, foram outros excessos alimentares (estive sem ir ao Mc Donalds uns quatro meses e só neste último mês devo ter ido umas quatro!!), foi muito pouco treino, mas a desgraça não causou grandes estragos (mas talvez os resultados fossem ainda melhores). Passados sete meses e um dia da primeira consulta, estou com 53,3 kgs, com 19,5% de massa gorda, com 76 cm de barriga e 66 cm de cintura.
Não sei, mas acho que perder gordura equivalente a um garrafão de água marca Continente cheio em sete meses é bom. Reduzir alguns centímetros de pança também. É verdade que nesta caminhada também perdi massa magra (coisa que dispensava), mas, segundo a Maria, ter perdido 2 kgs de massa magra em 8 que perdi no total não é nada de grave, muito pelo contrário, já que perdi bem mais gordura.

Pelo IMC estou dentro do peso normal, mas quase no limite de passar para o "baixo peso", pelo que agora a minha luta passa por ganhar massa muscular, chichinha da boa, nada de banha gelatinosa, coisinha tão ou mais difícil do que perder massa gorda. Por consequência, também acabo por perder mais umas gordurinhas e tenho como objectivo chegar ao Natal apenas com 15% de massa gorda.
Já tenho o meu plano alimentar adaptado às minhas novas necessidades - a Maria foi uma querida e aumentou-me a ração (ah! ah! ah!) - e, agora, não me resta outra alternativa senão dar-lhe forte no treino, essencialmente, de musculação.

terça-feira, 23 de agosto de 2016

Já disse que estou quase a fazer anos?

Adidas Gazelle 99,95€

As minhas Stan Smith e Superstar Weave querem muito ver a família a crescer (eu também).
P.S.: também aceitamos em preto e branco (ou as duas, vá). :D


AP report #5

Como tudo na vida, fazer mudanças tem os dois lados: o bom e o mau. Fala a pessoa que esteve sensivelmente três meses completamente absorvida pelo processo de mudar de casa, TRÊS MESES, minhas amigas, TRÊS, logo eu que sou a ansiedade em pessoa e que gosto de ter tudo pronto e no sitio para ontem. Mais um mês nesta vida e dava-me um fanico qualquer.

Mas vamos ao lado mau que passa pelo enfiar dois anos de vida em conjunto dentro de caixas, caixinhas e caixotes; por subir e descer escadas com a tralha que não cabe no elevador (bem que tentava pensar na parte positiva de estar a contribuir para uns glúteos e pernocas mais firmes); por ir a casa dos pais buscar mais tralha que não cabia no antigo T1 e, no fim, depois de tudo enfiado a monte na nova a casa, aquele momento em que (e perdoem-me, mas não é para menos) "FOOOODA-SE começo por oooonde?!!". Depois, quando há alterações a fazer que são sempre o verdadeiro atraso de vida, é aquele impasse do "mas QUANDO é que fica pronto?" e é aí que começa o fado "para a semana fica pronto", "ai, não, o homem não pode vir, só para a outra semana", "afinal, parece que só para a outra semana", "epa, não, surgiu aqui outro imprevisto", "amanhã", "ai, não, além", "ups, se calhar já só para a outra semana". Enfim, esta é a parte horrível de mudar de casa.

Mas, ósdispois, há o lado bonitinho da coisa, toda a parte mega gira, que é escolher coisas para a casa nova, decorá-la, buscar inspiração aqui e ali, procurar soluções para aproveitamento de espaços e torná-la acolhedora e nossa. Para quem gosta (tipo eu) é toda uma animação e entusiasmo, música para os ouvidos. Acho que entrei oficialmente na fase em que troco uns sapatos por um espelho, umas calças por um conjunto de almofadas e molduras, uma mala por um bibelô.

Mudámo-nos há uma semana e pouco, pelo que os dias têm sido dedicados a desempacotar e a organizar tudo, a ver qual o melhor lugar para cada coisa, a ver o que é que fica bem onde e o que é mais funcional, a anotar o que faz falta, a fazer lista de desejos e a decorar alguns cantinhos com as ideias que já tínhamos em mente fazer. O "maior" está feito e apesar de já ter pequenos espaços como idealizava, ainda há muito a fazer (tipo faltam os móveis para as casas de banho, tipo tapetes, tipo espelhos, tipo cortinados, tipo tanta coisa). Temo andar nisto a vida inteira e o meu pobre coração não aguenta. Já vos disse que sou ansiosa, não já? Também já disse que gosto de tudo para ontem, certo? Aiiiiiiiiiiiii...  


Para já, para já ficam apenas com um pequeno cheirinho lá de casa. Prometo que a seu tempo faço uma partilha mais detalhada, quuuuuase com direito a visita guiada, hã!