#

quinta-feira, 10 de setembro de 2020

Tlintla e tlês


#9do9

Tlintla e tlês. Não me sinto completa, mas sinto-me mais certa, mais tranquila e mais confiante de mim. E talvez seja mesmo isto o fundamental nesta vida que nos impõe regras, o politicamente correcto, onde todos opinam e têm um dedo pronto a apontar. Mas ninguém conhece as nossas lutas (...), também não são as opiniões alheias que nos definem, portanto não precisamos de provar nada, a não ser roupa e sapatos.
Somos nós quem decide como queremos ser e como queremos viver, no entanto, é preciso uma boa dose de coragem para decidir, que é como quem diz, coragem para ser feliz. E é apenas isto que quero para mim. Ser feliz, no mais simples que a vida tem para oferecer, procurando a melhor versão de mim mesma, vivendo e aprendendo, sendo eu a minha própria inspiração e percebendo que alguns momentos aparecem para entendermos que precisamos evoluir. A vida sabe o que faz. Se há coisa que a idade me trouxe, foi a certeza de que quando a felicidade vem de dentro, não importa o caos que pulsa do lado de fora.
Não sei o que o destino me reserva, mas mais importante que a chegada é o caminho que nos enriquece. E é desta forma que quero continuar a escrever e reescrever a minha história. Aceitando o passado, com orgulho no presente e esperança no futuro. 

Parabéns a mim!

terça-feira, 1 de setembro de 2020

Ela é de Setembro


Setembro. O mês do entusiasmo. Era o rever os colegas de escola, o cheirinho a livros novos, a novidade no ar, um novo ano escolar e com ele novos desafios. O tempo de escola já lá vai, mas a magia do que virá de novo mantém-se. Porque Setembro traz ar fresco. Inspira. Reveste-se de uma energia especial, aquela que nunca esquece que há tantos recomeços bonitos depois de cada fim. Setembro. O culminar do gostinho a pele morena e a areia nos pés do Verão, e as boas-vindas ao Outono e ao je ne sais quais que o envolve e transmite paz e serenidade. E o Natal cada vez mais próximo. Setembro. O mês dos "re". Recomeçar, reavaliar, reinventar, reconstruir. O mês da renovação, de fé e esperança, no coração e na vida. Curiosamente, ela é de Setembro.

terça-feira, 18 de agosto de 2020

Quadros nunca são demais


não subestimem a minha arte em arranjar espaço cá em casa para mais um quadro ou dois

Em colaboração com a Desenio, tive oportunidade de escolher novos quadros e dar um toque mais especial a alguns cantinhos aqui de casa (podem ver aqui o resultado da primeira colaboração).

Alguém dizia "não tarda não vais ter casa para tantos quadros" ao que de imediato respondi "ai vou vou, venham eles".

De maneiras que desta vez aproveitei para dar um toque na cozinha, no closet e também no meu espacinho de beauté. Neste momento, acho que só não tenho quadros nas casas-de-banho. Ainda, gente, ainda.

Adoro decoração. Amo detalhes e acho super inspirador. Com pouco conseguimos acrescentar tanto. Acho que tanto as fotografias como as ilustrações conseguem criar ambientes muito especiais e muito nossos. E eu tenho, definitivamente, uma panca qualquer por quadros, tanto pendurados como pousados.

Vou deixar-vos com algumas fotos do resultado final, bem como os nomes e o link directo dos posters, para que vos seja mais fácil acederem no caso de ficarem interessadas.
Espero que gostem tanto quanto eu! 

quinta-feira, 30 de abril de 2020

MOVIE | O Milagre na Cela 7


Este é o filme turco que se tornou viral e tem posto meio mundo a chorar. Um filme realmente comovente que nos confronta, em simultâneo, com o melhor e o pior do ser humano.

A história desenrola-se à volta de Memo, um deficiente mental, e da sua filha Ova. Memo é acusado pelo homicídio da filha de um comandante. Aquando sua condenação (pelo crime que não cometeu), Ova fica ao cuidado da avó e tanto a forma como tenta provar a inocência do pai como a forma como tenta visitá-lo a todo custo, deixa-nos com um nó gigante na garganta ao conseguirmos sentir a sua aflição.
É por isso que a pequena Nisa Sofiya Aksongun merece uma enorme salva de palmas, pois apesar de tão nova conseguiu vestir a pele da sua personagem na perfeição e soube transmitir cada sentimento para o espectador.

São duas horas onde os sentimentos oscilam entre a força do amor e a falta de escrúpulos daqueles que abusam do poder. Quem viu "I am Sam" (ainda não vi) diz que o "Milagre na Cela 7" é um atentado ao cinema. Eu estou muito longe de ser expert em sétima arte, mas para mim, um filme que consegue despertar emoções, que toca na alma seja pela mensagem transmitida seja pelo que as personagens conseguem transmitir, nunca poderá ser um mau filme. Além disso, achei soberba a interpretação de Aras Bulut Iynemli (o Memo), ao ponto de chegar a pensar se não teria mesmo alguma deficiência.

É um bom filme para um domingo à tarde, mas não se esqueçam de ter um pacotinho de lenços à mão. E estejam atentos, pois há pequenos grandes pormenores da história que vos poderão escapar.

quarta-feira, 29 de abril de 2020

Retrospectiva Literária 2019


O desafio de 2019 passava por ultrapassar o recorde do ano transacto (25 livros), na ideia de chegar aos trinta livros lidos, só para ser um número assim mais certinho. Desafio esse que não foi cumprido, uma vez que fiquei-me precisamente pelo mesmo número (25). O que nem foi mau de todo, dado que o ponto de situação literário feito a meio do ano não era o mais famoso (rever aqui), no entanto, o último semestre acabou por render muito bem.

Não foi o ano de Tolstoi e cheira-me que vai continuar a não ser. Também não saí muito do meu registo - policial/thriller -, mas consegui explorar outros autores, como por exemplo, Carlos Ruiz Záfon, José Rodrigues dos Santos (fiquei mega fã), Kristin Hannah, entre outros.

Dois mil e dezanove em livros

25 livros
2 +/- livros por mês
11778 páginas no total
968 páginas por mês
673 páginas do livro mais longo que li

Melhor livro: Toda a saga Sebastian Bergman, sem sombra de dúvida. Mas sou suspeita, porque policiais/thriller/suspense é a minha cena, tal como vocês já bem sabem. Recentemente, em parceria com a Bertrand e a editora "Gosto de Ler", tive a oportunidade de sortear o primeiro volume da saga e fiquei muito, muito contente. Mal posso esperar pelo lançamento do próximo livro.

Pior livro: "O Grupo" de Mary McCarthy. É uma espécie de "Sexo e a Cidade" nos anos 60, um clássico portanto, mas penso que simplesmente não consegui entrar no "mood" da leitura.

Se tivesse que resumir o ano de 2019 em livros numa só palavra, seria "Bergman". Em duas "Sebastian Bergman". Foi "A" descoberta literária do ano e sabe Deus e todos os santinhos como a pessoa sobrevive sem ver o lançamento do sétimo livro à vista. José Rodrigues dos Santos também conquistou um lugarzinho no meu coração com aquela escrita que fascina e informa. Às vezes, exagera um pouquinho nos pormenores e torna-se seca, mas lê-lo é sempre muito enriquecedor. Romances históricos é com ele e não me importava nadinha de "limpar" a eito toda a colecção dele.

Não estabeleci nenhuma meta para este ano e ainda bem. Ando a arrastar um livro desde Dezembro e não é por ser mau, muito pelo contrário, simplesmente tenho sentido bastantes dificuldades de concentração (efeito Covid?!). Também gostava de voltar a escrever e tenho noção que a leitura roubou-me tempo para a escrita. E vejam...até agora, nem ler nem escrever. Enquanto isso, os livros por ler vão aumentando nas prateleiras, porque há promoções que não se podem perder. De maneiras que é isto.

📚📚📚

Segue abaixo a lista de todos os livros para que possam ler a sinopse e alguns comentários, porque eu sou uma fofa e faço-vos a papinha toda (ah! ah! ah!). AHHHH! Aproveito, também, para alertar que a Bertrand está com descontos até 50% em cartão, até ao dia 3 de Maio. Aproveitem!

quinta-feira, 19 de dezembro de 2019

DECOR | Paredes com vida


...com a Desenio!

Quando foi mesmo a última vez que falei convosco de decoração? Há long long long time ago eu sei. Mas hoje venho partilhar com vocês o mais recente "toque" que dei no apartamento e, quem sabe, se não será também uma boa oportunidade para vocês fazerem o mesmo.

Quem me vai conhecendo sabe que sou pessoa para perder a cabeça assim fácil por decoração. Adoro, adoro, ADORO! Mas o orçamento não estica, de maneiras que a casa vai-se decorando aos pouquinhos, sendo um work in progress constante.


Há muito que queria dar vida à parede da sala. Sempre a imaginei preenchida de quadros com ilustrações ou até fotos, à semelhança da parede do hall dos quartos. Pelo que esta colaboração com a Desenio não podia ser mais oportuna.

segunda-feira, 25 de novembro de 2019

BOOK | "O dia em que perdemos a cabeça" de Javier Castillo

Pois é, pessoas-fofinhas-que-adoram-devorar-livros, parece que a Bertrand assumiu a missão de desgraçar a nossa carteira. Ou então são mesmo uns queridos e não querem que nos falte a companhia de uma boa leitura. 

Isto para dizer que simmmmmmm, temos novamente mais dois dias (hoje e amanhã) de descontos imediatos que variam entre os 20% e 50% e inclui novidades!! Porque não aproveitar para comprar aquele livro que saiu recentemente e tanto queremos ou, então, aproveitar para comprar um livrinho para oferecer no Natal a alguém especial?  


leitura obrigatória para amantes de thrillers!!

Esta foi uma das minhas leituras deste ano. Um thriller que devorei em...três dias. Não consegui pôr travão! São 450 páginas desconcertantes, intensas e repletas de emoção. A forma alucinante como o autor consegue conduzir o leitor é, de facto, imprópria para cardíacos. O facto de ser narrado a três tempos aumenta bastante o mistério, contribuindo para uma leitura assim, compulsiva. Não há como não ler capítulo atrás de capítulo com a ânsia de juntar as peças todas do puzzle. Confesso que não gostei muito do final, depois de tanta emoção a fervilhar cá dentro soube assim a "poucachinho". Mas sem duvida que foi dos melhores thrillers que li.

E qual é a boa noticia? É que podem vir aqui e aproveitar o desconto de 20%, uma vez que raramente os livros novidade beneficiam de mais de 10%.
E qual é a má noticia? Provavelmente terão de comprar não um mas dois livros, porque este aqui, minhas j'amigas, é como vos digo...lê-se num ÁPICE!!


Nota: podem ler a sinopse e outros comentários aqui.