#

terça-feira, 6 de maio de 2014

A viagem a Paris ♥





Como o prometido é devido, aqui está um breve résumé da viagem a Paris. Um resumo bastante resumido, é verdade, mas dá para partilhar convosco um pouco daquilo que vimos.
Párrrri de la France, cidade da luz, do amor e da arte, dizem. E eu confirmo.
Longas avenidas rodeadas de árvores e sempre amontoadas de pessoas, das mais variadas nacionalidades. O luxo das lojas. Os edifícios com uma arte arquitectónica deslumbrante. Os cafés com esplanadas aquecidas e prédios quase tão grandes como a Torre Eiffel (quuuuase). Os jardins fabulosos. O rio Sena. As pontes. Os cadeados. A Torre Eiffel, os museus e os monumentos conhecidos em todo o mundo. Resumidamente, isto é Paris.

E é muito fácil chegar aos vários pontos da cidade tendo em conta a extensa rede de metro (com 16 linhas), comboios e autocarros. Usámos e abusámos do metro, que não deixa de ser confuso precisamente devido à sua dimensão. É coisa para baralhar o cérebro de qualquer pessoa nova por ali, mas nada que um mapa não ajude. 
Há imensos sem-abrigo nas ruas e que se alojam no metro. É a parte triste e feia da cidade. Ver pessoas num estado lastimável, deitadas no chão em cima de cartões, completamente desamparadas da vida, corta-me o coração. O cheiro nauseabundo de alguns pontos do metro também é de bradar aos céus.

Ir a Paris e não visitar a Torre Eiffel é como ir a Roma e não ver o Papa, diria eu. Por isso mesmo, fizemos questão de a ver de dia e de noite.
A melhor vista que se pode ter da Torre é no alto do Trocadéro, onde fica o Palácio Chaillot. Foi aqui onde tirámos algumas das fotos e de onde avistámos as fontes, o rio Sena e os jardins de Champ de Mars.
Infelizmente, não subimos ao topo da Torre porque as filas eram astronómicas, íamos "perder" grande parte do dia e ainda tínhamos sítios a visitar. Fica para uma próxima, quem sabe.

Vamos às fotos? Bora lá.

A Torre Eiffel de dia e de noite.

O mapa que nos ajudou a correr Paris de uma ponta à outra (apesar de meio amachucado, está guardado para recordação).

Alguns "pontos" de paragem obrigatória: Musée du Louvre (maior museu do mundo), L'Arche de La Defense, Arc de Triomphe (construído em homenagem às vitórias militares de Napoleão), Notre-Dame (a Catedral que inspirou filmes e romances), Moulin Rouge e Sacré-Coeur (uma zona que oferece uma vista lindíssima sobre Paris).

Moulin Rouge no Pigalle. Neste zona é sex shop sim, sex shop sim. Uma rua imprópria para menores, com um ar bastante hardcore.

Os tão conhecidos "love-locks" na Pont des Amoureux, e a Catedral de Notre-Dame lá ao fundo.

Como não podia deixar de ser, o nosso "love-lock". 


A "coisa" estava preta, é verdade, mas a vista não deixa de ser linda.


Uma montra deliciosa com os famosos macarrons.


Uma lojinha bastante simpática e de excelente qualidade, com macarrons, madeleines e afins.

Carros "xpto".


Galeries Lafayette, só para quem pode, não para quem quer. Marcas como Louis Vuitton, Chanel, Gucci, MAC, Yves Saint Laurent, Prada, Dior, Lavin, tudo muito baratinho, portanto, e concentrado num só espaço. Aqui não há Berskha, mas tem a colecção Lafayette mais em conta.
Aqui, era ver os chineses a fazer fila nas lojas. Sim, o que mais se via eram chineses nas lojas sem problemas nenhuns em desembolsar uns 10.000€ (no mínimo) numa só loja.
Também nunca imaginei que um mero relógio pudesse valer uns míseros 90.000€, coisa pouca. Só para terem ideia do luxo que está concentrado neste espaço (que de fora não diz o que é lá dentro).

Artistas de rua.
É de ficar de boca aberta com o "rapazinho da bola" (tenho vídeos, mais tarde mostro).

Square  Jehan Rictus, com um mural repleto de "Eu amo-te" em várias línguas. Em português, estava no cantinho do lado direito (não estava fácil encontrar).

A Torre Eiffel ali ao fundo.

A caminho da Torre Eiffel para ir até ao topo. Não me deu nenhum piripaque lá em cima, porque deu-me logo que vi as infiiiiiiniiiiitaaaaas filas.

Uma cidade pela qual vale muito a pena pôr uns trocos de lado para ir visitar.

A Torre Eiffel em vários pontos de vista. De dia um "monte de ferro" (que não deixa de ter o seu encanto e de impressionar dada a sua estrutura) e é à noite que revela todo o seu esplendor.




Foi isto que vimos, mas não só. Andámos pela avenida Champs Elysées, com imensas lojas e esplanadas. Estivemos na Praça la Concorde que fica num dos extremos da dita avenida. Visitámos a Ópera, um edifício neobarroco lindíssimo, também chamado de Palácio Garnier. Vimos, também, o Grand Palais, o Petit Palais e a Ponte Alexandre III.
Dois dias para ver Paris e um para ir até ao país encantado que é a Diseneyland. Dois dias é muito pouco para ver tudo e, principalmente, para explorar os museus. Mas a andar bem dá para fazer o reconhecimento dos pontos essenciais e mais importantes da cidade. Chegávamos ao final do dia estafados mas satisfeitos. É uma cidade que respira arte, cultura, amor, elegância e glamour, que vale muito a pena visitar. Párrri de la France é realmente encantadora e superou todas as expectativas.
Ah! As fotos da Disney ficam para amanhã, não queiram tudo de uma vez.
24-09-2013 15-51-22

19 comentários:

  1. Que saudades eu tenho de la ir...
    Beijinhos grandes

    ResponderEliminar
  2. Adorei esta visita guiada! É uma cidade que ainda não conheço mas as tuas fotos retrataram-nos de uma forma tão linda :)
    Fico à espera da Disneyland ;)

    ResponderEliminar
  3. Um país pelo qual vale muito a pena pôr uns trocos de lado para ir visitar.
    um país ou uma cidade? França tem tantas coisas diferentes de Paris para mostrar...

    ResponderEliminar
  4. Eu gosto muito de Paris mas acho que gosto mais de Londres! Adorei as fotos e até fiquei com vontade de voltar a Paris.

    PS:"ir a Paris e não visitar a Torre Eiffel é como ir a Roma e não ver o Papa" - eu fui a Roma, e ao Vaticano, e não vi o Papa (na época, o João Paulo II), porque ele estava de férias!

    ResponderEliminar
  5. gostei das fotos, mas era escusado aquela dos macarons. adoro!

    ResponderEliminar
  6. Li na semana passada que estão a pensar tirar os cadeados todos da ponte, pois a estrutura não foi calculada para suportar aquele peso... e realmente, alguns era giro e engraçado, assim como está é mesmo feio!

    ResponderEliminar
  7. Que lindas fotos. Beijinho

    ResponderEliminar
  8. Adorava lá ir. (:
    Adorei as fotos.

    ResponderEliminar
  9. há anos que está nos meu planos visitar Paris! A tua visita guiada foi óptima ainda fiquei com mais vontade de conhecer:)

    http://fromportugaltonyc.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  10. Adorei esta cidade :) Boas memórias...

    ResponderEliminar
  11. PARIS É ISSO MESMO.......MUITO BEM ESTEVE ATENTA A TUDO,QUANTO AOS MACARRONS REALMENTE NÃO VALE POIS SÓ NOS DEIXA ÁGUA NA BOCA UHMMMMMMM.MUITO OBRIGADO PELA VISITA GUIADA

    ResponderEliminar
  12. Fiquei ainda com mais vontade de lá ir :)

    ResponderEliminar
  13. Fotos lindas, traduzem sem duvida todo o encanto que imagino. Aumentou e muitoooo a minha vontade de agendar essa viagem.

    ResponderEliminar
  14. sortudaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa

    ResponderEliminar
  15. Que lindona Gata :-) engraçado como criamos uma imagem com aquilo que lemos e depois és muito mais giraça! E que cara de novinha

    ResponderEliminar
  16. A minha cidade natal é isso tudo o que dizes e ainda mais. Realmente dois dias é pouco, mas acho que os rentabilizaste muito bem. :) aconselho-te a fazer a próxima viagem na época natalícia, é muito mais frio...mas é mágico.

    http://thelusofrenchie.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  17. A foto cliché!

    ResponderEliminar