#

segunda-feira, 2 de julho de 2018

Lista de desejos (literários) - update


Ora, dizia eu que já me via a trocar um par de sapatilhas por cinco ou seis livros (isto vindo de mim e assim à primeira vista parece caso médico). Pois, só para verem bem o estado da coisa, tenho 60 livros na lista de desejos da minha página pessoal na Bertrand. Tendo em conta que ando a fazer uma média de três livros por mês, lá para o final do próximo ano devo ter aviado tudo. Isto, se a curva da função "wishlist literária" não fosse de tendência crescente. Seja lá como for, o mais certo é ter de começar a arrumar livros na casa-de-banho (ah! ah! ah!).

Toda eu sou policiais, mas tenho vindo a alargar horizontes e a minha ideia é mesmo esta: alternar policiais/thrillers (explorando novos autores) com romances, e leituras mais "comerciais" com grandes clássicos. No mês passado, por exemplo, depois de terminar Agatha Christie peguei num thriller lançado há pouquinho tempo que já vos falei no post anterior, e agora estou com um grande clássico em mãos: "Jane Eyre" de Charlote Brontë. Para ler assim de seguida, já tenho comigo e prontinho a ser devorado o livro "Mulher à Janela" de A. J. Finn que tooooooda a gente fala, que toooooda a gente que lê adora e que eu estava mortiiiiiinha por pegar nele. Entretanto, a Wook esteve com descontos e a modos que senti-me obrigada a aproveitar, de maneiras que já vem a caminho o "Pedido de Amizade" de Laura Marshall, outro lançamento recente com feedback muito positivo.

Mas o que não faltam são livros que quero muito, muito, muito ler. A saber:

- "Anatomia de um Escândalo" de Sarah Vaughan;
- "Escaldão" de Laura Lippman;
- "A Mulher do Viajante no Tempo" de Audrey Niffenegger;
- "Cem Anos de Solidão" de Gabriel Garcia Márquez;
- "O Livreiro" de Mark Pryor;
- "A Mulher do Expresso Oriente" de Lindsay Jayne Ashford;
- "Mataram a Cotovia" de Harper Lee;
- "As Intermitências da Morte" de José Saramago;
- "O Monte dos Vendavais" de Emily Brontë;
- "Seis Anos Depois" de Harlan Coben;
- "A Namorada" de Michelle Frances;
- "Pedido de Amizade" de Laura Marshall;
- "O Sonho Mais Doce" de Doris Lessing;
- "A História Secreta" de Donna Tartt;
- Tooooodos de Sandra Brown.

Entre outros tantos e tantos.

E devo confessar desde já que tenho uma grande lacuna na minha estante: os únicos autores portugueses que por lá constam são Daniel Oliveira (que não é propriamente o pináculo da literatura portuguesa) e José Rodrigues dos Santos, sendo que relativamente a este último ainda nem li o livro (talvez um pouquinho influenciada por opiniões não muito empolgantes sobre o mesmo). É verdade que li "Os Maias" de Eça de Queirós e a "Aparição" de Vergílio Ferreira, mas "não contam" porque na altura li por obrigação e já nem me recordo das histórias. Do que vou vendo por aí, sinto que é geral esta tendência para a literatura internacional, mas a verdade é que também há muita coisa boa de origem portuguesa.

E as minhas mesdames? Como é que estamos de leituras? Já sabem o que vão querer ler nas férias?


32 comentários:

  1. Bem, por onde começar?! Desde já, fico muito contente por ter recuperado o gosto pelas leituras e gostei muito de ler a primeira frase desta publicação :P

    Quanto à lista de desejos, aconselho totalmente "Cem Anos de Solidão" e "As Intermitências da Morte" (ou qualquer outro livro do Saramago) e não sei se foi por ter as expectativas em altas, li este ano "O Livreiro" e não gostei assim tanto... "Mataram a Cotovia" já é um clássico e é magnífico!

    Beijinhos,
    Ensaio Sobre o Desassossego

    ResponderEliminar
  2. Quero muito ler "Cem Anos de Solidão", "Mataram a Cotovia" e "O Monte dos Vendavais"!
    Quanto aos autores portugueses, adoro Daniel Oliveira, para mim aquele homem tem uma comunicação escrita e oral fabulosa. De José Rodrigues dos Santos só li "A Vida num Sopro" e gostei bastante. Apesar de ainda só ter lido dois livros dele, recomendo Valter Hugo Mãe

    ResponderEliminar
  3. Mulher, lê o Ensaio sobre a Cegueira do Saramago. Lê!!!! Mas aconselho a ler primeiro o Intermitências da Morte porque li ambos mas li primeiro o Ensaio Sobre a Cegueira e está tão bom tão bom tão bom que depois o Intermitências da Morte já desilude mais

    ResponderEliminar
  4. Jane Eyre é o meu livro favorito! Penso que vais gostar muito! Não é um romance tradicional mas é fantástico!
    A história secreta de Donna Tartt também é muito bom. Li este ano e gostei muito!
    Achava eu que 20 livros na lista de desejos da wook era muito :D
    Mas vão continuar lá porque ainda tenho 30 livros na cabeceira da cama em espera, a não ser que a wook faça uma promoção maravilhosa, claro! :Depois
    Boas leituras :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. TRINTA livros em espera na mesinha de cabeceira?!?! O facto de ter em casa um livro em espera (mais os 3 que comprei no OlX de Agatha Christie, que foi mesmo pelo preço, porque é para pegar quando me apetecer) e outro a chegar pelo correio já me aflige (por ainda não ter lido), imagino TRINTA! :D :D

      Boas leituras! =))

      Eliminar
  5. Estou a ler o às cegas, é muito bom ;)

    ResponderEliminar
  6. No que toca a autores portugueses, recomendo vivamente Valter Hugo Mãe ("A máquina de fazer espanhóis" e "O filho de mil homens" são os meus preferidos) e Afonso Cruz, do qual é impossível não ler "Para Onde Vão os Guarda-Chuvas". Também concordo com os restantes comentários que apontam o "Ensaio sobre a cegueira" como incontornável. As histórias destes livros são verdadeiros socos no estômago. E que bom que é ver o bichinho da leitura contagiar-te. :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada pelas sugestões! =))
      Só para verem bem o meu nível de conhecimento quanto a autores portugueses, desconhecia por completo nomes como Valter Hugo Mãe e Afonso Cruz.
      Quanto ao bichinho da leitura...a minha carteira não pensa o mesmo! Ihihihih

      Eliminar
    2. Já estive a ver no site da Bertrand e esses dois livrinhos que sugeres de Valter Hugo Mãe estão com desconto de 30% em cartão. Vou-te matar!!!!

      Eliminar
  7. O Monte dos Vendavais é maravilhoso! Espantoso imaginar a criatividade da cabecinha das irmãs Bronte, sabendo de antemão a história de vida delas. Boas leituras! 😉

    ResponderEliminar
  8. As Intermitências da Morte, a História Secreta, A Mulher do Viajante no Tempo e o Cem Anos de Solidão são alguns dos meus livros favoritos de sempre, uau! :)

    Li recentemente o Escaldão e gostei. Também acho que vais gostar, dadas as reviews que fazes por aqui 😊 (mas o Em Parte Incerta, da Gillian Flynn, é melhor 😉 — acho que ainda não li nenhum thriller que o superasse!)

    ResponderEliminar
  9. Quero ver atet quando vais durar esta febre de leitura!!!

    ResponderEliminar
  10. Gosto muito dos livros do Ricardo Adolfo, são super divertidos. Tens que ler o mizé, é demais.
    Ultimamente também goste muito da canção doce, da Leila slimani.

    ResponderEliminar
  11. Vicios saudáveis não causam arrependimentos na carteira ☺Não sei se conheces uma página no facebook Bookmaniacs (https://www.facebook.com/bookmaniacspt/), mas dá uma espreitadela. Tem preços
    e promoções bem apetitosos. Normalmente não tem livros recentes mas consegue-se grandes clássicos e bons livros quase dados (e com portes incluídos no preço). Fica a dica 😉

    Um beijinho e boas leituras!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim,lá isso é verdade!
      Por acaso não conhecia, obrigada pela dica =))

      Beijinhooo *

      Eliminar
  12. Mataram a Cotovia foi um dos melhores livros que li este ano e nem consigo acreditar que o tive quase 2 anos em espera na estante (sim, tenho cerca de 30/35 livros por ler na estante - compro sempre uns 15 em cada edição da feira do livro :D fora as promoções que vou aproveitando ao longo do ano mais os que compro em 2ª mão :D são sempre uns 30/40 livros que compro por ano...)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Jisuuuuuuuuuuuuuuuuuuuus!! Tu compras 15 livros de uma só vez?!
      Acho que se tivesse tantos livros em casa por ler entrava em pânico de ânsias! Eheheh
      Penso que este ano já comprei uns 12.

      Boas leituras! =)

      Eliminar
  13. O que achou de "Mulher à janela?" . Li o "A beira de um Colapso" por ter lido a sua opinião e suscitou curiosidade. Quanto ao " Mulher à janela" estou ainda na dúvida se será efetivamente bom ou se será apenas fama
    Obrigada desde ja.

    ResponderEliminar
  14. Gatinha, só pra dizer que comentei o teu post de 9 de abril (?) agora já não sei se foi esta data... não sei como é que isto anda em termos de notificações de comentários por mail, visto que eu não os recebo. Um beijo e vemo-nos no IG :P

    ResponderEliminar
  15. Livros nunca são demais :)
    Também quero muito ler o Cem anos de solidão :)
    Bjinhosss
    https://matildeferreira.co.uk

    ResponderEliminar
  16. À beira do colapso é bom ?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu gostei muito, tanto que quero comprar o primeiro livro da autora "Fechar a Porta".

      Eliminar
  17. Porque é que o blog está novamente ao abandono? Está tudo bem?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. "...eu tô bem, tu também tá bem, aqui todo o mundo tá bem..."!
      Mais ou menos, vá.

      Eliminar
  18. Recomendo Mia Couto, José Luís Peixoto (o meu preferido é "Dentro do Segredo").

    ResponderEliminar
  19. Estás viva?!?!?!?!

    ResponderEliminar
  20. Está por ai alguém???

    ResponderEliminar
  21. Este ano vou no 48.º livro. E o Goodreads tem sido uma boa ajuda e um excelente incentivo. Conheces?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. 48?!! Mas isso dá 6 livros por mês mais ou menos!! Não dormes? Não comes?
      Não conhecia o Goodreads, mas já estive a bisbilhotar e já criei conta. Agora falta explorar melhor e tentar perceber a dinâmica. Obrigada pela dica =))

      Eliminar
  22. Ainda não li nenhum livro da Sandra Brown…

    ResponderEliminar