#

sexta-feira, 4 de abril de 2014

A Dieta Perfeita #1

A propósito do "fenómeno" à volta da barriguinha da Carolina Patrocínio, não sei se se recordam de vos ter falado do precioso livro "A Dieta Perfeita" da nutricionista Mariana Abecasis. É nesta preciosidade que poderão estar alguns dos segredos para a excelente forma física da Carolina. Segredos que não são segredos nenhuns, porque já todos sabemos que com algum exercício e boca bem controlada, tudo se consegue. E claro, com muita, muita força de vontade.
Ora, a minha boca é um descontrolo pegado, ou melhor...o meu apetite. Não que seja muito de enfardar doces a torto e a direito, porque se não os tenho em casa, obviamente, que não caio em tentações. Podem anotar já esta: Não comprar porcarias lá para casa. Porcarias, entenda-se, coisas infestadas de calorias. Assim, não há perigo de cedermos ao pecado da gula. MAS, ponham-me um prato de massa à frente e é ver-me a limpar aquilo tudo em três tempos e estar pronta a repetir. ERRO? Comer em doses industriais, como se não houvesse amanhã. E para além disso, comer rápido. Dizem os entendidos que comer rápido faz mal, para além de contribuir para a engorda. Quanto a mim, é um hábito difícil de alterar, mas nada de impossível.
É por estas, e por muitas outras, que esta adiposidade (vamos chamar-lhe assim que até parece uma coisa bonita), que circunda a minha zona abdominal, não desaparece nem por nada. Enfim... (sinf, snif)
Posto isto, com esta rubrica pretendo mostrar-vos algumas partes do livro para ficarem a saber o que a Dra. Mariana diz sobre esta coisa das dietas. E atenção que não é uma Dra. qualquer, é a nutricionista que também tem um dedinho na excelente forma fisíca da Carolina Patrocínio.

Uma das dicas da Dra. Mariana, é cozinhar em cru, ou seja, não preparar o típico refogado na confecção das nossas refeições. Quando li isto fiquei logo de olhos em bico porque não me imagino a cozinhar sem fazer um bom refogadinho (dependendo das receitas). Mas também não me parece que o refogado seja dos males maiores.
Será que se fechar os olhos a esta indicação da Dra. Mariana consigo, na mesma, uma barriga lisinha?


24-09-2013 15-51-22

5 comentários:

  1. Por vezes faço tudo em cru... Mas deve ser preciso muito mais do que isso...
    Beijinhos grandes.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sério? Mas não fica tão saboroso, pois não?
      Sim, é preciso muito mais (infelizmente). Eu, entretanto, vou partilhando mais partes do livro! :)

      Eliminar
  2. Ui, não me apanhas a fazer essa coisa a cru. Nem pensar :p Com certeza que mais para a frente do livro há outras coisas que se encaixem melhor ahha :p Mas a tua ideia é muito boa! Continua*

    ResponderEliminar
  3. como muitas vezes em cru, alias a maior parto do tempo e gosto muito!

    ResponderEliminar
  4. Blog encantador,gostei do que vi e li,e desde já lhe dou os parabéns,
    também agradeço por partilhar o seu saber, se achar que merece a pena visitar o Peregrino E Servo,também se achar que mereço e se o desejar faça parte dos meus amigos virtuais faça-o de maneira a que possa encontrar o seu blog,irei seguir também o seu blog.
    Deixo os meus cumprimentos, e muita paz.
    Sou António Batalha.

    ResponderEliminar