#

segunda-feira, 5 de novembro de 2018

O que fazer quando o corpo pede açúcar?


Na passada semana, uma seguidora fazia-me esta pergunta, mas penso que a questão também passa um pouquinho por "o que podemos fazer para antecipar esse desejo?".

O açúcar está para nós como a banana está para o macaco. Adoramos um belo de um docinho e achamos que não vivemos sem! Muito pelo facto do açúcar estimular a produção de endorfina no nosso corpo, a hormona da felicidade e do prazer. Não é por acaso que é quando estamos mais em baixo ou num daqueles dias "de cão" que mais nos apetece comer doces. Mas há outras formas (bem mais saudáveis) de estimular essa hormona e não, não passa por uma bela sessão de compras, quer dizer, também (ah! ah! ah!), mas a prática de exercício físico também ajuda a produzir todas as hormonas que geram sensação de bem-estar e felicidade. Não vale a pena enumerar as várias vantagens da prática de desporto porque já todos sabemos, mas focando na forma como pode diminuir o desejo de açúcar, basta pensar que ajuda a controlar o stress/ansiedade, outro factor que contribui para o desejo de açúcar. E só o facto de não estarmos em casa por si só já ajuda muito, porque todos sabemos que o estar em casa é bastante propicio ao acto de andar a petiscar.

Mas se, mesmo assim, por força de almas demoníacas baixar em nós toda uma vontade de comer açúcar até mais não haver, atentem no seguinte:

1- Beber muita água/chá: o consumo de água é extremamente importante para a nossa saúde no geral. Ajuda na absorção dos nutrientes e é fundamental para o bom funcionamento do nosso organismo. Muitas vezes, a vontade incontrolável de comer doces está associada a baixos níveis de alguns nutrientes no nosso organismo, portanto, que não seja por falta de água.

2- Gelatina sem açúcar: é um dos alimentos que nos dá sensação de saciedade, logo, reduz o nosso apetite.

3- Aveia: é um alimento bastante nutritivo, além de fornecer muita energia e deixar o organismo sem fome durante bastante tempo. Sendo um hidrato de absorção lenta faz com que o açúcar seja libertado de forma gradual para o sangue, o que faz com que seja utilizado como fonte de energia imediata e não se acumule em forma de gordura. Esta libertação lenta faz com que os níveis de glicémia se mantenham estáveis, evitando os indesejáveis picos de açúcar.

4- Frutos secos: outro dos alimentos que aumenta a sensação de saciedade, para além de serem ricos em fibras e gorduras saudáveis. 

5- Sementes de linhaça e chia: são ricas em fibras e ómega 3 que ajudam a controlar os níveis de insulina no sangue, evitando, assim, os picos de açúcar e, por consequência, a vontade de comer doces. São muito fáceis de incluir na nossa alimentação, basta polvilhar no iogurte ou nas papas/panquecas de aveia, por exemplo.

6- Fruta: por ser um alimento doce é uma óptima opção para saciar a vontade de comer açúcar. A banana, por exemplo, poderá ser mesmo uma óptima aliada no controlo do açúcar, porque além de ser rica em potássio (cria maior energia no nosso corpo) também ajuda na produção de serotonina, uma hormona que actua regulando o sono, o humor, a ansiedade e o nosso apetite.

7- Chocolate negro com alto teor de cacau: óptimo para enganar o desejo por algo doce. Para além de ser rico em vitaminas e minerais, gorduras saudáveis e antioxidantes, controla o açúcar no sangue e melhora o nosso humor. O ideal é que o chocolate negro contenha mais de 80% de cacau. Portanto, na hora do aperto, podem comer um quadradinho (só um!!), fechar os olhos e imaginar que estão a comer chocolate Milka.

8- Canela: o seu sabor é naturalmente doce, logo, pode ser uma aliada. Esta especiaria é rica em ferro, magnésio e cálcio, além de ser um óptimo antioxidante natural, reduzindo os níveis de açúcar no sangue. Também reduz o apetite e tem a particularidade de acelerar o metabolismo, o que é óptimo. Para quem tem dificuldade em beber café sem açúcar, aromatizar com pau de canela pode ser uma ajuda.

Alerto, ainda, que é muito importante fazer várias refeições ao longo do dia, comendo de três em três horas, para evitar a falta de energia bem como os picos de açúcar no sangue. Ingerir alimentos ricos em fibra e muita proteína também também é crucial porque mantém-nos saciados por mais tempo. Por último, atenção ao stress pois, muitas vezes, é o que desperta a vontade de comer um docinho só naquela de descontrair e ter um momento de prazer.

Posto isto, não há como não concluir o desafio com sucesso, estamos entendidas?


Sem comentários:

Publicar um comentário