#

quarta-feira, 18 de fevereiro de 2015

Então e "As 50 Sombras de Grey"?


* Um breve apontamento a ter em conta antes de ler o post: a minha cultura erótica, no que a livros diz respeito, é praticamente nula, só conheço este livro e um da Sylvia Day, pelo que não posso fazer grandes comparações, nem posso dizer se é realmente um bom ou mau livro; percebo zero de práticas sadomasoquistas; ah, e não ando mal de sexo.


Como se costuma dizer: "bem ou mal, o que interessa é que falem". E não se tem feito outra coisa a propósito do livro/filme "As 50 Sombras de Grey". A verdade, é que o filme do momento (acho que posso apelidar desta forma) tem gerado uma enorme vaga de mixed feelings por aí, uns gostam, outros não (chegando mesmo a odiar), outros...nem aquece nem arrefece, "come-se" vá.
O mais curioso no meio disto tudo, é que a maior parte das grandes criticas que foram partilhadas pelo mundo cibernáutico, e refiro-me em especial às negativas, partiram de pessoas que nem leram o livro (!!), ou que não foram muito além das 40 ou 50 páginas. Por isso, e na minha pura inocência, pergunto: como podem essas pessoas, tão donas da sua razão, tecer opiniões tãoooo criticas?
Talvez isso explique teorias de jerico como "a histeria à volta do filme é sinónimo de falta de bom sexo em casa", ou "as mulheres vão ver o filme a troco de orgasmos", ou "o filme não me deu pica nenhuma", ou "o filme é tão erótico como o presidente Robert Mugabe a tomar banho", ou "é tão excitante como ver uma parede pintada de fresco secar", entre outras brilhantes teorias. Neste sentido, faço outras questões: estas pessoas estavam à espera de transformar uma sala de cinema numa orgia? Ver dois minutos de filme e armar logo a tenda? Queriam entrar em estado tal de entusiasmo e aproveitar o intervalo do filme para mandar uma berlaitada (perdoem-me o termo) no WC?Pretendiam ver o filme e andar a fornicar (perdoem-me o termo mais uma vez) como se não houvesse amanhã, de manhã à noite, durante os próximos dez anos? Mas porque raio associam o sucesso do filme à falta de sexo?!

Opiniões são opiniões, é certo e respeito, mas parece-me descabido tecer opiniões tão criticas quando nem se conhece o conteúdo do livro. Aos que realmente consideram este livro uma chachada  (mesmo os que não tenham lido), aos super entendidos na matéria do erotismo portanto, esclareçam-me uma duvida que me tem tirado o sono: sendo este livro uma nódoa negra no mundo dos livros eróticos, havendo nnnnnnnnnnnn livros/filmes que dão quinze a zero a este (segundo se consta), porque é que foi justamente a história do Mr. Grey e de Anastasia (logo a mais cocó, digamos assim) que alcançou tamanho sucesso? Porque é que não se ouve falar das outras obras-primas-eróticas dignas de prémio Nobel? Porque é que este livro vendeu mais de 100 milhões de cópias e os outros não? Porque é que este best-seller tornou-se num fenómeno global e os outros não? Porque é que foi o único filme a esgotar bilheteiras meses antes da estreia?
Será este livro assim tão mau?! Ou será que é fruto de uma formidável estratégia de marketing? E por favor, não me venham cá com a teoria de que "Portugal anda muito mal de sexo".
Há quem diga ainda que o sucesso de bilheteira do filme resume-se na imaturidade mental. E eu não sei o que será mais imaturo, se dizer-se que este sucesso deve-se a falta de sexo, ou se ler o livro e ter a curiosidade de ver o filme.

Feita esta pequena/grande introdução, o que é que eu achei do filme? Não supera o livro, óbvio, mas isso acontece na grande maioria dos casos. Por norma, os livros são sempre mais completos e bem mais descritivos (e este não se poupou nada a descrições) . Por isso mesmo, não fui com as expectativas lá no alto, principalmente depois de ler tantas criticas negativas. Ainda assim, estava super curiosa com o filme e com a forma como iriam ser retratados alguns episódios do livro.
A verdade, é que muitas das passagens mais apimentadas do livro passaram completamente ao lado do filme, nomeadamente, a cena de sexo na casa dos pais de Grey e na limusina, por exemplo, cenas essas que bem revelam a ousadia, o sentido de risco e do perigo associado ao livro. Talvez tenha sido essa a grande falha do filme, o que não deixa de ser compreensível já que se trata de um livro bastante denso e difícil de retratar em apenas duas horas de filme. Mas mesmo assim acho que conseguiu transmitir o essencial da história.
Se me perguntarem o que acho daquela "coisa" do contrato entre dominador e submissa, digo que acho ridículo e nem consigo conceber uma cena dessas na vida real. Mas faz parte da história do livro e da essência da personagem Grey, ponto. Se a autora desta trilogia inventou uma nova vertente do sadomasoquismo, opa, que seja, abriu a porta para o sucesso é o que interessa.
O filme acaba assim a modos que meio de repente, mas tendo em conta que a história tem continuação não me choca (já vi filmes com finais do género e sem continuação, e aí sim, é caso para ficar com cara de totó a olhar para o ecrã).

Quanto aos actores escolhidos para protagonistas da história, nada a apontar. O Jamie Dornan soube transmitir o mistério que envolve a personagem Grey. Gostei da expressão e do olhar intenso ao longo de todo o filme que tanto caracteriza a personagem  (sim, dos abdominais também, ah! ah! ah!).
A Dakota Johnson também esteve muito bem. Sempre associei a personagem Anastasia a uma jovem dócil, tímida, desajeitada até, e inexperiente no que toca a homens. Aquilo a que alguns interpretaram como "sonsice" ou "pão sem sal", eu chamo de inexperiência, não fosse ela uma adolescente virgem. Neste sentido, acho que a Dakotazinha encarnou bem a sua personagem.

Resumindo e concluindo, e no geral, posso dizer que gostei do filme e que estou ansiosa por começar a ler o segundo livro, e ver que rumo a história vai levar.
Não me perguntem se acho o livro bom ou mau, porque, tal como disse inicialmente, a minha experiência neste tipo de leituras é quase nula. Mas posso dizer que gosto da história criada à volta das duas personagens e, principalmente, do mistério que está por trás de cada uma delas. Para mim, o "mistério" é um ingrediente essencial para me deixar colada numa história (e estou-me nas tintas para as boas ou más práticas de sadomasoquismo, até porque dispenso).
Ahhhhhhhhhhhh, não posso deixar de fazer referência à banda sonora que é fa-bu-lo-sa (confesso que já guardei algumas delas na minha lista-de-músicas-a-passar-durante-a-boda, a "Earned It" não me sai da cabeça).




24-09-2013 15-51-22

86 comentários:

  1. Para mim o filme foi uma desilusão. Arrastei o meu namorado para ir ver comigo, e passou o filme todo chateado por estar a odiar aquilo (homem sofre)
    O filme não me envolveu de maneira nenhuma como o livro e mesmo assim, dentro deste género, ja li muita coisa melhor que este. Achei tudo muito mecânico e as cenas um pouco forçadas.
    A banda sonora era óptima, é o ponto mais positivo. A escolha de actores também não foi má, mas no geral achei que o filme podia ter sido um bocadinho melhor.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Adriana! Já leu livros melhores neste registo? Pode aconselhar alguns autores\ títulos. obrigada.

      Eliminar
  2. Acho que se uma pessoa tenta ler o livro e não consegue está no seu direito de poder comentar. O livro é uma m**** (e sim, eu li todo só porque não gosto de deixar livros a meio) mas compreendo perfeitamente as pessoas que leram 40 ou 50 páginas (devia estar a referir-se ao post da Pipoca) e não conseguiram continuar. Mas claro, gostos são gostos. O filme não vi, nem pretendo!

    ResponderEliminar
  3. Eu li os três livros que para mim foram novidade pois não tinha lido nada do gênero, não vou dizer que fiquei completamente rendida porque até achei piada à história.
    De seguida comecei a ler os da Sylvia Day e acabei por desistir ao meio do segundo filme pois não estava a gostar nada.
    Ainda não fui ver o filme, mas quero ir ver pois gosto de ter a minha própria opinião não é como muito gente faz como quando saiu os livros que uma senhora de um blog conhecido falou horrores do livro e meio mundo sem o ler começou a criticar também.
    Não vou com muitas expectativas para o filme uma vez que regra geral em que leio o livro e depois vejo o filme apanho sempre uma enorme desilusão.
    P.S: Essa da "berlaitada" fez-me dar umas belas de umas gargalhadas ;)

    ResponderEliminar
  4. Tal como comentei noutro post, o livro tem pouca qualidade e, por isso, pensava que talvez o filme só pudesse fazer melhor. E não me enganei. Para mim, o filme é muito melhor do que o livro, principalmente a desenvolver a personagem principal.
    O meu único reparo ao filme é ser um pouco mecânico na transição de cenas e ter apressado a cena final.

    Agora, quem não leu o livro também tem direito de opinar. E, quem leu, dizer que o facto dos outros não o terem feito é o motivo para não compreenderem o filme é péssimo argumento. O filme tem que valer por si mesmo, mesmo sendo uma adaptação, caso contrário não cumpre o seu propósito.

    Já agora Gata, que cena da limusina é essa que falta? Reli o livro antes de ver o filme e não consigo situar isso.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Outra coisa, pode não conceber essa ideia dos contratos na vida real, mas que eles existem, lá isso existem.
      A autora não inventou nada, só introduziu o tema de forma deficiente.

      Eliminar
    2. A limusina é do livro da Sylvia Day. E não sei se a cena na casa dos pais dele não será também desse mesmo livro, embora também haja uma nas 50 Sombras que nem é muito ousada ou arriscada.

      A Gata baralhou os enredos e achou que passou ao lado do filme algo que nunca aconteceu no livro.

      Eliminar
    3. Sim, penso ter confundido a cena da limusina. Mal acabei as “50 Sombras” comecei a ler o livro da Sylvia Day, e olhem…baralhei-me! Peço desculpa pelo lapso. No entanto, mantenho o que disse, muitas cenas mais apimentadas passaram ao lado do filme.

      Eliminar
    4. Que tipo de cenas? Eu provavelmente sou muito tapada, porque não vejo o que havia de mais apimentado no livro.

      Eliminar
    5. Não? Nem a cena do tampão???

      Eliminar
    6. Não, a cena do tampão não tem nada de apimentado. Para mim não há nada de sensual num homem perguntar a uma mulher se ela está com o período e lhe tirar o tampão.

      Eliminar
  5. Ainda não vi o filme. Mas quero e vou ver! Conheço os livros e sinceramente não me aquecem nem arrefecem. Gosto da história deles. À parte das 'brincadeiras' que o Grey adora. Parece que há gostos para tudo! E já seguia o trabalho do actor Jamie Dornan, que é fantástico na série The Fall. Aconselho mesmo a ver! Portanto, os livros não são as maiores obras literárias, mas também penso que não era esse o objectivo, mas são o que são! E vendem! Quanto ao filme, estou curiosa ;)

    ResponderEliminar
  6. Eu não li o livro simplesmente porque não é o tipo de leitura que gosto de ler (e eu leio muuuuuita coisa diferente). Também não costumo gostar muito dos livros tão badalados e com tantas vendas, porque normalmente são obras que não gosto (Margarida Rebelo Pinto, José Rodrigues dos Santos, Crepúsculos e etc.). Mas tenho curiosidade de ver o filme e sei que vou gostar mais do que se tivesse lido o livro, porque ver um filme de um livro que tenhamos lido é o primeiro passo para não gostarmos dele!

    ResponderEliminar
  7. O que me ri com o que escreves-te! ;)

    Não li nenhum dos livros, nem devo ir ao cinema ver o filme. Não é uma história que me chame muito a atenção!

    Beijo*

    ResponderEliminar
  8. "Porque é que foi o único filme a esgotar bilheteiras meses antes da estreia?"

    A resposta deste a ti própria logo abaixo. Uma gigantesca campanha de marketing que neste momento tem o dom de, pelo menos a mim, já me irritar em relação a tudo que diga ".50 Sombras".

    ResponderEliminar
  9. Joao Carabina18 fevereiro, 2015

    Só um aparte/curiosidade: este longo post deve ter dado algum trabalho a escrever. Como é que faz? Escreve em casa e depois publica durante o dia, ou é mesmo tudo escrito no horário de trabalho?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ui...!!!! Essa doeu...

      Eliminar
    2. Carabina? Irra, que este vem armado.

      Eliminar
    3. Aturar tanta parvoíce....... Como consegues, gata?
      Valha-me nossa senhora.

      Eliminar
  10. Eu não li os livros, porque supus que não me fossem interessar. É verdade que poderia ter mudado a minha opinião sobre eles se os tivesse lido, mas o que se ouve falar sobre os livros tem de cativar antes da compra e não foi o caso. Por esse motivo, não pretendo ver o filme nesta fase de febre em que as salas de cinemas estão cheias.

    Quando vier para o video clube admito que pretendo ver, até para perceber o buzz em torno da coisa e analisar, por mim, aquilo que o filme vale.

    No fundo, e concordando com o que um anónimo já disse antes, creio que o filme terá de valer por si próprio :).

    (vi todos os filmes do Harry Potter sem ler os livros e adorei na mesma :) ).

    ResponderEliminar
  11. Gata, o facto de o filme estar a ter tanto sucesso não é um atestado de qualidade. Aliás, é tão comum que coisas mesmo muito más (livros, filmes, música) tenham sucesso, que tanto "alarido" à volta de um produto "cultural" deixa-me logo de pé atrás.

    ResponderEliminar
  12. Os filmes de Oscar não têm este sucesso, muito menos em Portugal. Muita gente nem sabe quem são os nomeados! Só conhecem o Mr. Grey :-)
    Só não entendo porquê! Sempre houve cinema erótico de qualidade.....E literatura erótica também! O llivro é do mais básico que eu já li. Bom para quem nunca leu ou não gosta de ler...
    Ou seja, ótimo marketing!! Tudo comeu!! :-)
    Eu adoro a banda sonora mas não pago para ver o filme :-)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu também não vou pagar para ver, mas quero ver... Quando estiver disponível com qualidade razoável saco (shiiiiiu) para ver num domingo à tarde com o boyfriend ;)

      Eliminar
  13. Pois so posso concordar ctg, ver algumas bloggers a dizerem cobras e lagartos de um filme do qual dizem ter começado a ler o livro e desistido passado poucas páginas, então foram ver o filme para quê?? davam o seu lugarzinho a outra que preferia la estar. blah!

    http://strawberryleopard.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  14. Olá!

    Vou ser super sincera: eu nunca tinha ouvido falar de "Cinquenta Sombras de Grey" até há relativamente pouco tempo, ver isso em todo o lado das redes sociais. Logo, não li o livro. Fui ao cinema com o meu namorado e tínhamos intenção de ver um outro filme, só que como já não estavaem exibição, acabamos por ir ver este. Não tinha visto o trailer, apenas sabia das críticas mais negativas que positivas que se faziam por estes lados.
    Achei também ridículo aquele contrato entre a submissa e o dominador, mas no geral gostei do filme. Embora não seja do meu género de filme, nem de livro!
    Gostei muito deste post!!!
    Segui o blog e espero vê-la pelo meu em www.mariajoaogc.blogspot.com

    Beijinhos,
    Maria

    ResponderEliminar
  15. Opiniões contrárias há sempre :) mas acho que todas as opiniões que li são «o livro é muito melhor». Depois há aquelas comparações brilhantes com coisas igualmente aborrecidas, sendo que até são desculpáveis por acabarem por ter piada.
    Eu não li nem vi, mas acho que já conheço e quase tenho uma opinião só de ver estampado em todo o lado. Não concordo quanto à fama, não é a fama que faz uma coisa boa ou má - pode ser simplesmente sorte, marketing ou capacidade de apelar às massas. Muito efeito dominó, também. E como exemplos tens o Flappy Bird, telenovelas e a Paris Hilton. :P
    (há taantos mais...)
    A interpretação das personagens pode ser vista de várias maneiras, mas realmente nunca se sabe qual é o objectivo.
    Pelo menos já te deu músicas, não é mau :P

    ResponderEliminar
  16. Li a trilogia e adorei! Acho que o mal de muitas pessoas é reduzirem o livro às cenas de sexo e isso só mostra que não compreenderam a história. Em relação ao filme, ainda não vi, mas estou bastante curiosa

    ResponderEliminar
  17. Resumindo e concluindo...eu vejo quando se estrear na TV...e a propósito...alguém perguntou:
    _ Então e as sombras de Grey?
    _ As do Grey não sei...as minhas devem-se às cataratas!_ respondeu ela
    Bj amigo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O melhor comentário de todos. Muito bom

      Eliminar
  18. Concordo imenso com a tua opinião, obviamente que o filme não supera o livro mas isso é sempre impossível de fazer mas na minha opinião está bem conseguido :)

    Um beijinho,
    http://thedailydreamergirl.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  19. Haja alguém que diga as coisas como elas são! Os filmes nunca fazem verdadeiramente jus aos livros mas, são um complemento para quem adorou ler verdadeiramente a história! Vou começar a ler esta semana, andei a adiar a leitura mas, agora vai ser mesmo para conseguir ver o filme no cinema ainda ;)

    http://finddyourway.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  20. Pela mesma razão que os livros/filmes do Twillight tiveram sucessos.. também gostaste desses? :P (alias o 50 shades baseou-se nesta saga ptt...) Excelente campanha de marketing, se houvesse um oscar disso de certeza que ganhavam
    Eu já vi o filme (no pc nao ia gastar dinheiro pra ver isto) e sinceramente desiludiu. Achei as cenas de sexo meio fraquinhas.. podiam ter feito algo do género do game of thrones (n sei se vês, se não vês aconselho vivamente). Queria mais química entre as personagens, ms pelo menos os atores foram bem escolhidos e a banda sonora é fantástica.
    Os livros são assim assim, mas chegou a ponto que queria ver onde é que a história ia acabar e saltei muitas partes

    ResponderEliminar
  21. Além das 50 sombras de Grey, que género de literatura/autores te atraiem mais? Qual o título do último livro que leste?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Deve ter sido o catálogo da Pronovias.

      Eliminar
    2. Não era piada, senhor anónimo n.º 2. Gostava mesmo de saber os interesses literários da Gata.

      Eliminar
    3. ahahaha Casava-me convosco agora! Já ganharam! ahahahahah

      Eliminar
    4. Interesses literários da gata? Conhecendo o conteúdo do blog, não é difícil de adivinhar quais são...

      Quer ter a certeza? Ali do lado direito tem uma caixinha que diz "Pesquisar"; escreva lá "livros" e clique no botãozito...O resultado é surpreendente (not).

      Eliminar
    5. Todas as leituras são aceitáveis. Tanta gente a responder e a gata nada...

      Eliminar
    6. Sardanisca. Este é um blog de moda e lifestyle se procura opiniões sobre livros há montes de blogs com opiniões literárias.
      Pois de certeza que se pesquisar por looks em blogs de opiniões literárias o resultado será not (ai tb fica surpreendia?).
      Cada blog com o seu tema e cada pessoa procura seguir blogs que falam dos seus temas preferidos.

      Eliminar
    7. que eu saiba este post não é sobre moda, ou estou a ler alguma coisa errada? E que eu saiba perguntar nunca ofendeu ninguém. tanta conspiração à volta duma simples pergunta, irra!

      Eliminar
    8. Não vamos esperar que a Gata leia Tolstoy e Dostoyevsky...

      Eliminar
    9. São vocês próprios que estão a fazer esta espécie de conspiração. E que tal serem vocês mesmo a partilhar connosco as grandes obras literárias que já leram?

      Eliminar
    10. Geração da Utopia - Pepetela .
      (anónimo que lançou a questão)

      Eliminar
    11. Anónimo das 12:15, sou o anónimo das 12:10. O meu post era em resposta à pessoa que assinou Sardanisca. Não para si, claro que perguntar não ofende, o que ofende são comentários como o de Sardanisca.

      Eliminar
  22. Não preciso de tocar no fogo para saber que queima. Não preciso de ler os livros para opinar o filme. Essa história de quem não leu os livros não pode opinar sobre o filme é....estúpida!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Realmente é, mas não foi isso o que eu disse.
      O filme vale por si próprio, tal como o livro vale por si próprio. Daí considerar que tecer criticas tão rebuscadas ao livro (principalmente quem não leu) tendo por base o que se viu no filme não é o mais correcto, porque o filme simplesmente não faz jus ao livro. Uma coisa é uma coisa, outra coisa é outra coisa. É só a minha opinião, vale o que vale.

      Eliminar
  23. Os livros não são fenomenais, mas também não estava à espera de nenhuma obra prima, portanto, digo somente que se lêem bem. Dá para passar um belo par de horas entretida.
    Quanto ao filme, também se vê bem e acho que jogaram pela medida certa. Tem rendido milhões nas bilheteiras. Se o filme fosse mais "detalhado", tornar-se-ia brejeiro e arriscavam-se a que fosse proibido em muitos mais países. Para filmes com mais detalhe, existem os do Sá Leão e afins...

    ResponderEliminar
  24. Façam como eu... nunca leiam os livros quando são catapultados para o top de vendas porque de certeza que vão acabar em filme. Assim, esperem pelo filme e depois, se gostarem e quiserem mais detalhe, leiam os livros.

    ResponderEliminar
  25. Também deves ter adorado o fantástico Crespúsculo e afins, não?
    É que também foi sucesso de bilheteira e a qualidade da saga é bem rasteirinha.
    Se as pessoas vão atrás da máquina de propaganda então o filme deve ser mesmo bom...
    Valha-me Deus, uma rapariga adulta a pensar assim...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tenha calma anónimo, nem toda a gente pode ser tão culto assim! Aliás, que faz por aqui? Isto certamente está incluído no que considera "rasteirinho" de se ler, porque não se dedica a alimentar a sua cultura literária que o espera na sua mesa de cabeceira? Olhe o pó a acumular...
      Rapariga adulta ou não, tem direito a uma opinião e a ter os seus gostos pessoais e naturalmente, não será isso que fará dela uma pessoa mais ou menos inteligente. Burrice é julgar as pessoas por tão pouco! Vá ver as histórias de amor, sucessos de bilheteiras embora resteirinhos... não fica mais esperto, mas fica menos ressabiado!

      Eliminar
    2. Digam-me que o anónimo das 14h é a própria gata ou então não entendo esta defensora que acaba por chamar "rasteirinho" ao blog (o que discordo de todo).
      Aposto que há dias tinha uma imagem no facebook a dizer "Je suis Charlie".
      Eu comentei a opinião da Gata e não a ofendi. Acho só que ainda se deixa influenciar um bocadinho.
      Ah! E por ter um livrinho que não a revista Maria na cabeceira não significa que não possa ver blogs deste género. Felicidades para si!

      Eliminar
    3. Bem, e não resisto: burra e ressabiada (sim, sou uma anónima)? Que classe!

      Eliminar
  26. Ai, tantos inteligentezinhos que para aí andam que lêem Tolstoy e Dostoyevsky. Podem ser muito cultos, mas não deixam de ser estúpidos!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Estúpidos porquê? Pode fundamentar?

      Eliminar
    2. Claro. É só ler os comentários acima. Para já, estão a julgar a Gata, a serem irónicos a dizerem que não lê Tolstoy e Dostoyevsky. Mas pode explicar-me por que não pode ler? Eu gosto do blog e já li esses autores e muitos outros. E também li o "50 sombras de Grey". E dizer que deve gostar do Crepúsculo. E se gostar qual é o mal? Não acha que é estupidez fazer esses juízos de valor?

      Eliminar
    3. É simples: quem diz que o livro é bom, como a Gata chegou a dizer, não deve conhecer os grandes autores. (E atenção, qualquer pessoa é livre para gostar de coisas más, todos temos os nossos "guilty pleasures".... não perceber que são "guilty pleasures", isso sim é mau).

      Eliminar
    4. Em meia dúzia de palavras resumiu tudo...completamente de acordo; e quem não percebe isso, esse sim é estúpido.

      Eliminar
    5. Oh amiguinho, onde é que eu disse que o livro era bom, hum?! Leu o último paragrafo do post? Não me parece.
      Mau é distorcerem as palavras/pensamentos dos outros e acharem-se a última bolacha do pacote.

      Eliminar
    6. Mas o que para si é bom, para mim pode ser mau. Quem define o que é bom e o que é mau? Das 50 sombras de Grey há muitos críticos a falar mal, mas há autores famosos e bons que não reúnem opiniões consensuais. E fora isso é estúpido fazer juízos de valor, ponto final. É só ler os comentários, há pessoas que não se sabem expressar, são estúpidas e pronto.

      Eliminar
    7. Bruna, tratares os leitores por "amiguinho" não é lá muito cordial, mas ok...

      Agora vires negar que disseste que o livro era bom, isso já é má fé. Podes não o ter dito textualmente, mas que todo o teu discurso à volta do tema indicia que, na tua opinião, o livro é bom, é inquestionável. Até mesmo no tal parágrafo que referes.

      Eliminar
    8. Autores famosos: Nicholas Sparks? É que este escritor é famoso mas isso nao faz dele um bom escritor ;)

      Eliminar
    9. Cara Anónima 18:36,

      Peço-lhe com o devido respeito que releia o seguinte: “(…) Não me perguntem se acho o livro bom ou mau, porque, tal como disse inicialmente, a minha experiência neste tipo de leituras é quase nula. Mas posso dizer que gosto da história criada à volta das duas personagens e, principalmente, do mistério que está por trás de cada uma delas. Para mim, o "mistério" é um ingrediente essencial para me deixar colada numa história (e estou-me nas tintas para as boas ou más práticas de sadomasoquismo, até porque dispenso) (…)”.
      Penso que escrevi português. Pena não dar para colocar a negrito.

      E mais acrescento. O meu discurso anda à volta de (e mais uma vez, como o devido respeito, vou fazer um copy paste, já que não tenho paciência para mais) “…o filme vale por si próprio, tal como o livro vale por si próprio. Daí considerar que tecer críticas tão rebuscadas ao livro (principalmente quem não leu) tendo por base o que se viu no filme não é o mais correcto, porque o filme simplesmente não faz jus ao livro. Uma coisa é uma coisa, outra coisa é outra coisa. É só a minha opinião, vale o que vale”.

      Espero que tenha percebido.

      Ah! E peço-lhe, encarecidamente, não me obrigue a fazer um desenho.

      Cordialmente,

      A Gata de Saltos Altos.

      Eliminar
    10. Não fui eu quem comentou, mas não pode deixar de continue.

      Aqui está um outro post:

      http://agatadesaltosaltos.blogspot.pt/2015/01/make-up-for-ever-inspira-se-no-filme-as.html?m=1

      Escreveu a Gata:

      « Eu cá no meu entender, acho que andam a ser criadas demasiadas expectativas e quando o filme chegar, tufas, desilusão geral. É só a minha modesta opinião. Quando os livros são muito bons, com histórias fortes, por norma, os filmes ficam muito aquém do que é esperado. »

      E para mais, remeto ainda para a resposta da Gata ao primeiro comentário desse mesmo post.

      Eliminar
    11. Diana de Medeiros19 fevereiro, 2015

      Quando alguém lê um livro e depois afirma "estou ansiosa por começar a ler o segundo livro" significa o quê? Que, na sua opinião, o primeiro é mau? Bruna, gosto muito de ti, mas não estás a ser coerente. Admite que gostas do livro, não é vergonha nenhuma. Eu gostei e assumo, sem complexos.

      Eliminar
    12. E então? Onde está a espiga?
      Não é verdade? Quando os livros são de sucesso (quer queiram, quer não, este é um livro de sucesso) os filmes não ficam sempre aquém das expectativas? Não é regra, mas por norma confere.
      Quanto ao comentário que menciona (irrrrrrrrrrrra)… Se a história cativou-me, se gostei do mistério envolvente e se não conheço mais nenhum livro do género para tecer comparações, é normal que diga que gostei do livro, não? Para mim, e dentro da minha ignorância-de-leituras-eróticas, o livro pode ser bom. Quando comparado com outro, simplesmente, não posso opinar sobre o assunto e dizer se é bom ou mau. Ponto.

      (Estive por uma unha negra de lhe fazer um desenho.)

      P.S.: Dianinha de Medeiros, não percebi peva do propósito do seu comentário, mas nem copy paste vou fazer. Boas noites.

      Eliminar
    13. Há gente muito implicativa meu Deus. Custa entender que a gata sim gostou da história, sim gostou de ler o livro e nesse sentido o livro pode ser bom para ela, mas tem a HUMILDADE DE AFIRMAR QUE JÁ NÃO PODE DIZER QUE O LIVRO É BOM OU NÃO COMPARATIVAMENTE A OUTROS?!? O livro é bom para ela porque não conhece mais nenhum e a história cativou-a, mas tem a capacidade de perceber que pode ser um livro péssimo ao pé de outros. É difícil entender? Já outras pessoas têm a arrogância de tecer criticas super negativas como se tivessem lido o livro ou como se fossem super entendidos na matéria. Haja humildade. É por isso e não só que para mim a gata merece toda a consideração.

      Eliminar
    14. Tolstoy e Dostoyevsky... nem sequer os nomes sabem escrever... É Tolstói e Dostoiévski! Estes iluminados são sempre a mesma coisa... Além de escrevem mal, com tanto bom autor português, vão sempre buscar estrangeirada como exemplos de "leitura inteligente".

      Eliminar
    15. Obrigada anónima 09:52. É por essas e por outras que ainda tenho esperança na humanidade.

      Eliminar
    16. Eu fui buscar as palavras do outro post apenas para responder ao comentário da Gata das 16:15 e mostrar-lhe onde ela disse que o livro é bom. Só isso.

      Anónimo das 23:21

      Eliminar
    17. Sabes, Gata, aqui o que se passa é o que passa exatamente em relação à tua roupa. Só o que eles lêem é que é bom, só o que eles vestem é que é bonito, o resto não presta. Gentalha que não sabe dar lugar à diferença...

      Eliminar
    18. Já eu não tenho esperança nenhuma na humanidade... É que não sei o que é pior, se ser tapadinha, ou se ser tapadinha e gostar de continuar a ser. Parece que a anónima das 23:21 vai continuar a bater na mesma tecla... Esta gente ou não sabe ler ou gosta mesmo de implicar...

      Eliminar
    19. Anónimo das 10:29, eu sou o comentador das 23:21, mas não fui eu que iniciei esta conversa toda. Só fiz dois comentários.

      Não me incomoda nada se a Gata tem termo de comparação, se gosta de boa ou má literatura, se gostou do filme ou se adora o menino Jesus. Só quis lembrar a Gata que ela disse/escreveu mesmo que o livro é bom.

      Eu admito quando me contradigo, mesmo que depois apresente uma explicação.

      Já agora Gata, não precisa, mas tem uns belos advogados. Mesmo que gostem de qualificar as pessoas sem as conhecerem e com base em 2 comentários.

      Bom fim de semana e muita esperança na humanidade para todos vós.

      Eliminar
    20. Em resposta à pergunta da gata "Oh amiguinho, onde é que eu disse que o livro era bom, hum?!" já enviei 2 comentários não publicados com a citação daquilo que a gata disse no post http://agatadesaltosaltos.blogspot.pt/2015/01/make-up-for-ever-inspira-se-no-filme-as.html?m=1

      " E no que a erotismo diz respeito, o livro é bom."

      Se insistir em não publicar, tem muito mau perder...

      Eliminar
    21. Fui eu que escrevi inicialmente Tolstoy e Dostoyevsky (não que interesse muito, já que comentei em anónimo). E não que lhe deva explicações, mas utilizo essa grafia porque leio os livros desses autores em traduções inglesas (são mais baratas que as portuguesas), nas quais a grafia utilizada é essa. Esclarecida?

      Eliminar
    22. Ahhhhhhhhhhhhhhhh agora já percebi tanta insistência no assunto. Eu a pensar que não passava de meros problemas de visão, de interpretação ou só mesmo implicância vá, mas não, vai muito mais além! Estamos perante, imagine-se, uma GUERRA, uauuuuuuu que máximo! Ora então, “mau perder”… De facto, não sabia que estava aqui no meio de uma guerra ou do campeonato do mundo. Assim já percebi o que a motiva (ahahahahahahahahahahahahahahah).

      Mas sabe, não tenho paciência para guerrinhas, nem para gente-com-falta-de-algo-mais-interessante-para-fazer-que-não-discutir-o-sexo-dos-anjos. E depois quando estamos perante casos graves de compreensão lenta chega a ser maçador tentar que se faça luz, pelo que a solução passa por ignorar, daí os seus comentariozinhos terem ficado no lixo cibernáutico. E sinceramente custa-me a crer que há quem ainda insista nisto, pior que não ver é mesmo não querer ver. Mas tuuuuuuuuudoooo bemmmmmm.

      E já que fala em “mau-perder”, eu não sei quem terá mais, se você ou se eu. É que tendo em conta tuuuuuuuuuudo que eu já disse incluindo este meu último comentário (e cá vai mais um copy paste só mesmo para lhe avivar a memória) “E então? Onde está a espiga?
      Não é verdade? Quando os livros são de sucesso (quer queiram, quer não, este é um livro de sucesso) os filmes não ficam sempre aquém das expectativas? Não é regra, mas por norma confere.
      Quanto ao comentário que menciona (irrrrrrrrrrrra)… Se a história cativou-me, se gostei do mistério envolvente e se não conheço mais nenhum livro do género para tecer comparações, é normal que diga que gostei do livro, não? Para mim, e dentro da minha ignorância-de-leituras-eróticas, o livro pode ser bom. Quando comparado com outro, simplesmente, não posso opinar sobre o assunto e dizer se é bom ou mau. Ponto”, eu não entendo como ainda insiste no ridículo. Ahhhhhhhhhhhhh já sei! Quer ganhar a guerrinha! AHAHAHAHAHAHAHAH

      E mais. Chegar aqui e espetar SÓ estas minhas palavras “…o livro é bom…” e ignorar todo o contexto é a mesma coisa que eu lhe responder “…estupida…” apenas e só. Você fica a pensar o quê? “Olha m’esta bitch chamou-me estupida, ai a filha da mãe”, estou certa ou errada? E no entanto, o “…estupida…”até pode ter outro sentido dependendo do resto do texto. Mas lá está, cada um vê só aquilo que quer e quando o objectivo é implicar, mais nada interessa. Nem o passar por ridícula (ups, peço desculpa pela minha falta de cordialidade).

      TEMA ENCERRADO.

      Ahhhhhhhhhhhhhhh, leve a bicicleta na mesma, não quero que fique o fim-de-semana inteiro a prender o burro.

      Eliminar
  27. Li os 3, adorei. Vi o filme, mais ou menos. No entanto, sai de lá e fui reler o segundo livro, porque já não me recordava bem do que vinha a seguir. Não me podia estar mais nas tintas para as cenas eroticas, honestamente, mas a historia daqueles dois cativa-me. Ha quem goste, quem não goste, assim como eu não gosto de ver futebol ou formula1 e não é por isso que censuro quem o faz. Também não percebo essa teoria de só gosta destes livros quem tem falta de sexo, só acho que as mulheres (ou homens) gostam deste livro da mesma forma que gostam de outros romances, que é, no fundo, o que isto é para mim. Por acaso, admito que ate estou a gostar mais de ler o segundo novamente e conseguir associar as "caras" agora ahaha e aquele Mr.Grey, senhores... :)

    ResponderEliminar
  28. Li isto ontem de manhã, mas a falta de tempo para me dedicar a este post (que adorei), estava escassa .
    Adorei a critica, das muitas que já li esta é das poucas se pode dizer (isto sim é um bom parecer das coisas).
    Concordo com praticamente tudo. Achei o exagero as criticas negativas acerca do filme.
    Tudo bem que nunca tinha lido nenhum dentro deste género (nem era para ler este), mas gostei, tem história, romance, drama, mistério.
    Li os três e adorei, adorei o desenrolar da história a evolução emocional de cada um , o desvendar dos mistérios da personagem principal, aquele homem tem muitas particularidades interessantes (mais que a vertente sexual).

    Se vai ler agora o segundo (digo-lhe , agora é que as história vai começar) o segundo é dos que mais gosto!
    Acho engraçado ouvir comentários como: " só os virgens é que vão gostar" , " só quem tem falta de sexo em casa é que vai ver".
    Então diga-mos que 90% das pessoas que foram ver e não gostaram, estão com falta de muito sexo AH AH AH AH AH .

    O filme é bom, está bem resumido para quem não leu o livro, o essencial está lá.
    A banda sonora está top!

    http://fragmentosdopensamentoo.blogspot.pt/2015/02/as-50-sombras-de-grey.html

    Adorei o filme, adorei esre post. fica o meu para quem quiser ver.
    beijinhos Gata

    Carolina Melo

    ResponderEliminar
  29. Olá Gata!
    Eu li os livros e até os reli, e o que eu acho que passa ao lado de quem "odeia" a trilogia, é que, não é o parte sexual que prende o leitor ao livro. É a história de um Grey obsessivo, e de uma Ana que vem baralhar as certezas e o modo de vida deste homem.
    Hora o que fez o Grey ser um dominador? Viu a mãe uma viciada em drogas, a morrer e esteve fechado com ela morta durante 4 dias, sem ter o que comer. Foi adoptado por uma família que o ama, mas como a mãe nunca lhe deu amor, não se acha digno de ser amado, como até ter oportunidade para isso, nunca conseguiu controlar a desgraça na vida dele, então tornou-se num controlador nato. Foi iniciado aos 16 anos no sadomasoquismo, por uma amiga da mãe dele, começou a ser o escape dele e foi nisso que achou que era o caminho dele, porque ali podia controlar tudo. Até que aparece uma rapariga que o tira desse caminho de "anti-amor", e o confunde, porque ele diz-se não romântico, mas acaba por se tornar num homem romântico, porque afinal ele nunca tinha conhecido o amor e foi o amor dessa rapariga que o mudou... enfim, poderia continuar para aqui a falar dos livros, que tem muito que se diga, para além das cenas sexuais.
    Na minha opinião há tanto nesta trilogia para além do sexo...
    gata eu já fui ver o filme e não fiquei desiludida, apenas achei que não aparecer a Mrs Robinson, foi uma falha, bem como ela ainda não ter começado a trabalhar para o homem que detesta o Grey e que vai ser muito importante na história. :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ainda bem que a Mrs Robinson não aparece. Ela é mencionada no livro, mas só aparece efetivamente no segundo. Espero é que a primeira aparição dela no filme seja como no livro, só para as pessoas se rirem um pouco do Grey. Mostra como ele é muito tapado, até um bocado inocente, vá...

      Eliminar
  30. Eu só vi o filme e admito que fiquei desiludida mas estou muito curiosa para ler o livro !

    ResponderEliminar
  31. 50 sombras de Grey foi um filme fraco. A parte boa é que levou as pessoas a conhecer uma pouco mais do BDSM.

    Para quem gosta deste tipo de artigos, confira a sex shop online Prazer 24 :)

    ResponderEliminar