#

quinta-feira, 1 de janeiro de 2015

2015

Chegado o fim e o inicio de um ano, chegam também os balanços, as análises e as recordações. Por outro lado, chegam também os desejos, os sonhos e as ambições. Porque é um marco na nossa vida. É a altura mais-que-perfeita para olhar para trás e ver aquilo que foi, e olhar em frente e ver aquilo que queremos que seja. Parece o cenário cliché de fim de ano, é certo, mas a verdade é que é importante, quase imperativo, que todos façamos um pequeno balanço do que ficou para trás. Quanto mais não seja para agradecer tudo o que foi de bom, para filtrar e levar connosco só o que nos fez bem, para apontar o que há a mudar e a rever, e delinear, assim, o caminho a seguir. Porque só muda o ano, apenas e só. Quanto ao resto, no que à nossa vida diz respeito, cabe a cada um de nós mudar o que há a mudar. Quem diz mudar, diz lutar. Diz conquistar. E para isso, é preciso atitude. Coragem. Esperança. E fé. Muita fé.

Olho para 2014 e vejo um ano bom. Essencialmente, bom. Foi um ano de mudança. Um ano de dar o passo em frente. Um ano que me tornou mais madura. Que me fez crescer ainda mais. Crescer enquanto mulher. E isso é bom.
Foi o ano em que consegui efectividade no trabalho, garantindo, assim, maior estabilidade. Foi o ano em que saí debaixo da asa dos pais. O ano em que dei inicio a uma vida a dois. Um passo consequência do outro, que deixa um registo importante e especial no ano que já lá vai. Também foi o ano em que conheci Paris. O ano em que conheci camelos (os verdadeiros). Foi o ano em que fiquei noiva. Quanto a isso... Quanto a isso não há palavras suficientemente boas que descrevam o sentimento, a importância e a responsabilidade do passo. Mas também não são precisas.
Também foi o ano em que senti, pela primeira vez, o medo da perda. Daquelas perdas que nunca ultrapassamos completamente. Senti a angústia e um aperto interior inexplicáveis. Nunca, nada nem ninguém, é perfeito. Não podemos exigir isso de um ano inteiro. Mas no geral, posso e devo dizer que foi um ano bom. E agradeço por isso.

Agora, 2015. Um ano que ainda não tinha começado e eu já previa ser especial. Mas um mistério, também. Não sei o que me reserva, naturalmente. Mas sei o que quero. É nisso que me vou focar. Não preciso traçar planos porque os desejos e ambições, esses, estão bem presentes. Só espero ter sempre a mesma garra, a mesma vontade e o mesmo animo para os alcançar. Que desistir e baixar os braços nunca sejam o caminho a seguir. Mas sou realista. E sei que a vida coloca-nos, constantemente, à prova. Testa as nossas forças e os nossos limites. Mas cá estarei. E que a fé e a esperança nunca me falhem. Bem como a coragem. É o meu desejo.


Feliz Ano Novo
Mas façam por isso, OUBIRAM?
24-09-2013 15-51-22

14 comentários:

  1. Não e por o ano mudar que nós também o vamos fazer, não é uma consequência intrínseca. Para que isso aconteça temos que querer. E fazer por isso. Espero que em 2015 tenhas sempre essa garra e determinação para lutar pelos teus objetivos :)

    ResponderEliminar
  2. Vamos fazer com que este ano, seja um fantástico ano. ^^
    Feliz 2015, repleto de coisas boas !
    Beijinho*

    ResponderEliminar
  3. Feliz 2015 :) E continua a escrever como só tu sabes ;)

    Vanessa S.
    De Saltos por Lisboa,
    desaltosporlisboa.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  4. Feliz Ano Novo!
    E sim, é melhor fazer por isso e não esperar que as coisas apenas aconteçam...

    Beijinhos xx
    www.helenaduque.com

    ResponderEliminar
  5. Feliz 2015! Bom ano! ❤️😁 desejo-te um ano cheio de amor, felcidade e saúde! Que o teu blog continue a ter muito sucesso!
    O novo ano chegou e com ele uma nova rubrica chegou ao meu blog e gostaria de ter a tua opinião em relação primeiro post, se pudesses ler e comentar ficaria grata. Aqui tens o link:http://neverforgottenmercury.blogspot.pt/2015/01/beauty-with-lea-beginning.html

    Obrigada, Beijinhos ❤️

    Edna
    *The Mercury*

    ResponderEliminar
  6. Eu acho que a imagem que colocaste diz tudo :) é assim mesmo, determinação! Somo nós que mudamos as coisas ;) Que 2015 seja um ano muito feliz :)

    ResponderEliminar
  7. Não é preciso que o ano mude para que nós mudemos. Basta que tenhamos força de vontade, um apelo interior, qualquer coisa que nos mova. E é nisso que eu acredito. E foi por isso que este ano, não pedi desejos, nem fiz uma lista de realizações para 2015.
    Deus (sim, porque sou uma pessoa virada para essas coisas) sabe bem o que eu quero e anseio, por isso, se nunca me falhou até agora, continuo a acreditar que também não me vai falhar. Também não passei o ano agarrada a notas como alguns dizem que traz dinheiro, eu não peço muito, peço o suficiente para levar a minha vida de uma forma digna!
    Tantas vezes que o dia 31 e o dia 1 já se encontraram no calendário, esta foi só a vez que significou a virada do ano, mas como disse se a vontade, a iniciativa e a coragem para mudar, pois o ano só será novo quando melhorar-mos como pessoas, entender-mos os nossos erros e procurar-mos emendá-los.
    Feliz 2015

    ResponderEliminar
  8. Que belo texto e verdadeiramente inspirador! Um feliz ano 2015 para ti. :)

    http://entreosmeusdias.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  9. Gostei muito de ler o teu texto :) um bom ano para ti também com tudo aquilo que desejas. E muita fé, esperança e coragem :)

    Wanderlust
    http://world-of-wanderlust.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  10. Feliz ano : ) 2014 foi sem dúvida um ano fantástico para ti, mas este ainda será melhor!

    http://mundodamafy.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  11. Bom Ano!!!

    http://umamaeatarefada.blogspot.pt/

    ResponderEliminar