#

sexta-feira, 30 de janeiro de 2015

Noiva à beira de um ataque de nervos #5

Hoje temos a nossa primeira reunião de preparação para os noivos. Perante reunião tão sugestiva, a pergunta que impera é: o que é que lá vamos fazer mesmo? Mais propriamente, em que é que consiste o raio dessas reuniões, que me vão fazer sair de casa com um tempo tão cocó como este. Hipóteses:

A) Os casais reúnem-se e discutem detalhes da sua boda;
B) Os casais reúnem-se e partilham como conheceram a sua cara-metade;
C) Os casais reúnem-se e discutem detalhes da relação de cada um (sem nunca, em momento algum, referenciar a parte do "fazer o amor", até porque ninguém sabe o que isso é, vamos casar todos puros e virgens da vida);
D) Os casais reúnem-se e discutem condutas a adoptar por forma a evitar o divórcio ao fim de quinze dias de casamento;
E) Os casais reúnem-se e estabelecem desde logo as tarefas domésticas que competem a cada um dos futuros cônjuges, bem como as respectivas medidas de coacção caso as mesmas não sejam cumpridas;
F) Os casais reúnem-se e rezam quatro ou cinco terços para que Deus os ajude a aturarem os seus respectivos por muitos e bons anos;
G) Os casais reúnem-se e ficam ali a olhar uns pózoutros, a ouvir pessoas super experientes na área do matrimónio (com quatro casamentos, no mínimo, no currículo), que debitam uns quantos assuntos importantes a saber, enquanto os casais estão a tempo de voltar atrás na decisão tomada. 

A ver vamos.
Quanto aos preparativos propriamente ditos, espero ter novidades para a semana.

24-09-2013 15-51-22

25 comentários:

  1. Boa sorte, Gata. Embora não perceba muito bem como é que as pessoas alinham nessas coisas. Para mim, tudo isso é uma grande palhaçada, mas isto sou eu, entenda-se, e cada um é livre de fazer o que achar melhor para si. Aquilo que não dá para mim não quer dizer que não dê para os outros.
    Maria.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Acho que as pessoas só podem casar pela igreja se tiverem frequentado um número mínimo destas reuniões. Pelo menos antigamente era assim...

      Eliminar
    2. Palhaçada é querer casar pela igreja quando isso não significa nada para os noivos, acham só a cerimónia mais bonita.

      Eliminar
  2. Acho essas reuniões uma perda de tempo.
    Os dois é que têm que se ajustar um ao outro.

    Nem sabia da existência de tais reuniões.

    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  3. Ahahah, nao sei como funciona para ai, mas aqui na paroquia onde moro, essas reuniões são obrigatórias, embora nao faça a mínima do que se trata. lol

    [Blog] |
    [Facebook]
    | [Instagram]

    ResponderEliminar
  4. Haha Adorei a ironia! Não percebo para que é que essas tais reuniões existem, para mim parece-me mais uma "competição" para ver quem é o melhor casalinho. Mas ainda sou muito nova para esses assuntos de matrimónio :P Boa Sorte Gata!

    Beijinho,

    http://cereja-dooce.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  5. Deve ser uma altura muito bonita da vida, quando se prepara tudo para o grande dia :) Nem sabia da existência de tais reuniões!
    Beijinhos.

    http://pequenos-apartes.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  6. Oh gata safada, tu continuas a ser irónica e brincalhona quando escreves sobre os assuntos? Não vês que estás a imitar a OUTRA, aquela que tu sabes? Vê lá se deixas de ser tu própria.
    LOOOOOOOOOOOL Não preciso dizer que estava a ser irónica, certo? Ups, tbm estou a imitar a OUTRA!!! LOOOOL

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Lol concordo com a Joana. E nada de usar roupa da zara que a outra também usa :)

      pensa em coisas melhores como.... a lua de mel :p onde vai ser?

      Eliminar
  7. No meu tempo não havia esse tipo de reunião mas pense que pode ser um momento de partilha!!! Bj amigo

    ResponderEliminar
  8. Eu consegui escapar-me dessas reuniões, apesar de ter casado pela igreja :). Expliquei ao padre, na altura, que já viviamos juntos há 4 anos e que esta decisão era, para nós, mais do que ponderada. Para além disso, os horários eram complicados para nós. Ele compreendeu e libertou-nos disso ;).

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Cá estou possuído pela mais sincera admiração por sua tão criativa lista de hipóteses. É certo que com esse humor sua contribuição será fundamental para que o tal encontro ganhe em expressão a validade.
      Cadinho RoCo

      Eliminar
  9. Ahahah, boa sorte!! :D
    Vai tudo correr bem.

    Beijinhos » http://xibbycc.blogspot.pt/2015/01/loreal-paris-nude-magique-bb-cream.html

    ResponderEliminar
  10. Vais gostar das reuniões :)
    Palavra de quem já participou delas ;) Pelo menos eu gostei bastante quando meu marido e eu fizemos...
    Beijinhos
    Mari

    http://marirmalho.blogs.sapo.pt/

    ResponderEliminar
  11. Conta como foi! Estamos aqui todas desejosas de saber o que raio se faz afinal nessas reuniões :D

    ResponderEliminar
  12. Vim (finalmente) retribuir a visita. Não sei por que demorei tanto tempo, se soubesse que era tão fácil ser uma pessoa de bom gosto tinha vindo a correr. Mais ou menos.
    Quanto ao post:
    Isso existe?... :P Não faço a mínima ideia do que seja.
    Para evitar o divórcio aos quinze é «fazê-lo» aos 5. Meses. :P
    Eu acrescentava a hipótese da dança. Se calhar são aulas de dança. Ou um jogo de roleplay de vidad e casados, que é o que o nome me sugere :P (como quando uma pessoa em pequena brincava aos supermercados e achava que tinha imensa piada ouvir o bip dos bróculos de plástico). Ou para andar com os saltos altos, se bem que não deves ter grandes problemas ;)
    Espero que te tenhas divertido :P

    ResponderEliminar
  13. Tens que ir e ver como é que é para contar como é que foi ;p

    ResponderEliminar
  14. Mas tu por acaso sabes o que são medidas de coacção? Informe-se antes de dizer baboseiras assim ou utilizar mal os termos...

    ResponderEliminar
  15. Essas reuniões servem para preparar o casal para o casamento.
    E são importantes porque se abordam temas para "discussão" preparando os noivos para o passo que vão dar. Como dizia a minha avó: o casamento é uma carta fechada, e depois de dividirmos o mesmo wc, e o mesmo espaço tudo vai mudando e são precisas adaptações. Temos muitas vezes que ter a capacidade de perdoar o outro, sempre com respeito por nós. Saber dar e receber.
    Aconselho que todos façam!

    ResponderEliminar