#

sexta-feira, 12 de junho de 2015

O anónimo ressabiado*

Meu poooooovo, meu ilustre povo, cuidado, muiiiiito cuidado, diz que hoje acordei com vontade de lançar o pânico, wuuaAaaAAHhhH (toparam o riso maléfico?). Não, não vem aí coisa boa, mas eu sei que vocês adoram ver a barraca a arder, por isso, tirai daí essas caras enjoadas.
Ora bem... Isto de ter um blog é muito giro, é sim senhor, mas seria ainda mais giro se não tivéssemos de lidar com anormais. É isso, que se lixe o politicamente correcto, o mimimi e o floreado bonitinho, hoje apetece-me dar vida à bitch que há em mim, e pronto, 'tá dito, 'tá dito.

Acredito que este blog seja visitado pelas mais variadas pessoas de norte a sul deste nosso Portugal, quiçá além-fronteiras, mais por desconhecidos, mas, também, por alguns conhecidos. E, naturalmente, uns gostam mais, outros gostam menos, uns apreciam mais isto, outros mais aquilo, e, no meio disto tudo, a ÚNICA coisinha que peço é que se manifestem de forma civilizada. Parece-me básico. Civismo fica bem em todo lado, até mesmo na blogosfera, txerto?
"Ah e tal porque se tens um blog e se te expões, tens de te sujeitar a tudo". Não, não tenho. Tenho de saber aceitar criticas, isso tenho, e sou humilde o suficiente para isso. Mas não me lixem (com um "f" daqueles). Uma coisa são as criticas construtivas, outra coisa, completamente diferente, são as destrutivas. Que, se formos a ver, nem chegam a ser criticas e não passam de um destilar de ódio e frustrações. E eu lamento, mas não sou saco de boxe de ri-go-ro-sa-men-te ninguém.

Desde que me lembro ser "A Gata de Saltos Altos" que, volta e meia, recebia um comentário menos simpático. Mas a "coisa" começou a tomar proporções cada vez maiores de há uns meses para cá (é um verdadeiro deleite para a alma algumas pérolas que por aqui cagam). Não sei se é da crise, se é do tempo, ou o c*ralho, mas há gente a quem o "tico e o teco" já deu o berro há long time ago. Gentinha essa que me brinda com o seu veneno quuuuuuase todos os dias, a quem eu baptizei gentilmente de "anónimo ressabiado". Mas, afinal de contas, que raio de espécie é essa de que estou a falar? Não percamos mais tempo com conversês e vamos lá a saber:


1-  O anónimo ressabiado é uma pobre alma que se aproveita do anonimato para destilar ódios e frustrações.

2- O anónimo ressabiado pensa que é anónimo, mas mal sonha que pode não ser tão anónimo assim, o que torna a "coisa" para lá de animada (ressabiado, isso é sempre).

3-O anónimo ressabiado vive da vida alheia, acto perfeitamente natural de quem não tem vida própria. A sua é demasiado enfadonha e toca de se entreter com a dos outros (vida, estou a falar da vida).

4- O anónimo ressabiado sofre de mau-feitio com tendência generalizada para ser do contra, e é capaz de dizer que "o céu não é azul".

5- O anónimo ressabiado pratica o masoquismo. Visita constantemente blogs que odeia. Diz que não gosta, diz que é uma valente merda, diz que a autora não vale um peido, diz que não chega ao dedo mindinho de fulana X e Y, mas o que é certo é que está lá batido todos os santos dias e a toda a hora. O anónimo ressabiado tem imensa oferta pela blogosfera fora, e daquela da boa e que faz rir (blogs, estou a falar de blogs), mas insiste em visitar os barracos mais rascos. E a burra sou eu?! Mas o anónimo ressabiado tem desculpas para a sua burrice: a) só vim para confirmar se isto continua a pirosice do costume; b) só venho cá para me rir; c) só venho cá para ver como NÃO me vestir; d) só venho cá porque isto é melhor que a Casa dos Segredos.

6- O anónimo ressabiado adora tecer juízos de valor e teorias da conspiração, e nem dorme a pensar no assunto, qual Scherlock Holmes.

7- O anónimo ressabiado tende a confundir liberdade de expressão com liberdade para insultar e ofender, sintoma típico de quem sofre de insuficiência mental. São pessoas que não sabem manifestar o seu desacordo de maneira civilizada, e recorrem à arrogância e insulto.

8- O anónimo ressabiado não percebe uma coisa tão simples como: opiniões contrárias são publicadas, opiniões que não passam de ofensas gratuitas não são publicadas. E basta analisar a caixa de comentários dos últimos 1014 posts já publicados (xinapááá, já lá vão mais de mil, cum catano). Eu até já aceitei comentários onde me intitulavam de bimba e pirosa, vejam só o quanto isso me rala (ah! ah! ah!). Agora, claro, há formas e formas, e tudo depende do conteúdo da vossa poesia.

9- O anónimo ressabiado é esquizofrénico. Só isso explica a sua tendência para a "personalidade-múltipla" (que é a capacidade de se fazer passar por várias pessoas quase sempre anónimas, mas, de quando em vez, gosta de lhes atribuir um nome). Ou é isso, ou é burrice em todo o seu esplendor (não, (e passo a expressão) eu não ando aqui a comer gelados com a testa).

10- O anónimo ressabiado esfrega as mãozinhas de felicidade sempre que se prepara para deixar mais um comentário viperino do tipo "eu sei que vais apagar, sua grande puta, mas ao menos vais ter de ler o que tenho para dizer". Pessoas anónimas ressabiadas alegram-se com pouca coisa, portanto.

11- O anónimo ressabiado é um jumento com palas. Jumento não, pónei com palas, e sofre de uma patologia chamada "fanatismo". Os sintomas mais comuns são: o não alargamento de horizontes e, consequentemente, dificuldade de raciocínio.

12- O anónimo ressabiado fica ainda mais ressabiado quando percebe que os seus comentários perderam-se pelo buraco negro da blogosfera e, regra geral, conclui com um brilhante momento filosófico "as verdades doem", que quase me deixa com uma lágrima no canto do olho esquerdo.

13- O anónimo ressabiado teima em confundir agressividade com ironia, com "estou-me nas tintas", com "olha eu a cagar d'alto para a tua conversa". Mas eu entendo, também ficaria ressabiada se não conseguisse atingir o meu objectivo máximo.

14- O anónimo ressabiado não tem qualquer sentido de humor (é uma pessoa triste, azeda e de mal com a vida), daí ficar bastante melindrado com a mais pequena ironia e sentir-se agredido.

15- O anónimo ressabiado que não tomar a vacina contra a raiva, poderá causar perigo para a sociedade.

16- O anónimo ressabiado sofre de moléstia, a chamada "invejite aguda", e, infelizmente, não tem cura e a tendência é sempre para piorar.

17- O anónimo ressabiado dá-se ao desplante de criar um mail exclusivo (sou mesmo importante pá, ah! ah! ah!) para envio de mails para a autora deste blog (ou seja, eu). Eu já disse que o anónimo ressabiado não tinha vida própria, não já?

Assim, em linhas muito gerais, o anónimo ressabiado é isto. É um ser pobre de espírito, cobarde, infeliz e burro. Muito burro. Porque (e como já disse anteriormente) é preciso ser-se bastante burro para ainda não ter entendido que estou-me nas tintas para pessoas da sua índole.

Nem dois anos tenho de casa, mas já sei o que muitos vão pensar e dizer "ai, porque com este post só estás a dar-lhes importância", "ai, porque tu tens é de ignorar", "ai, porque só estás a descer ao nível dessa gente", "ai, que explodes e é isso que essa gente quer", "ai, que ganhavas mais em estar calada", "ai, porque assim perdes a razão" e rebébébeu pardais ao ninho. Ahhhhhhhh, o anónimo ressabiado dirá "ahahahahah, isto é pior que a Casa dos Segredos, ahahahah".
Mas vamos lá ver uma coisa. Este blog é meu (excuse me), este blog é pessoal, este blog serve para eu escrever e partilhar o que bem me apetecer, serve para desabafar, para dizer o que me vai na alma e para abordar os assuntos que assim entender. Hoje, deu-me para falar da maldade que paira neste mundo, podia dar-me para falar de punheta de bacalhau, mas deu-me para isto. Porque o que se passa neste mui nobre espaço é o reflexo da podridão da nossa sociedade, e a minha costela de socióloga não me deixa fechar os olhos a este flagelo que toca a todos. Se adoro ignorar? Ahhhhh se adoro, não há nada mais giro do que pensar que alguém perdeu tempo da sua vida a escrever um comentário que teve como único destino a lixeira cibernautica. Mas, por outro lado, também gosto de dar "voz" aos pobres e oprimidos, e deixá-los ser "felizes" por breves momentos. É uma espécie de serviço publico, e um lugar no céu está garantido. Há quem pergunte "gata, mas porque é que aceitas estes comentários tão maldosos?" e a razão é muito simples: para dar umas boas gargalhadas e descomprimir um bocado com a parvoíce alheia. Porque há pessoas que de tão ridículas chegam a ser cómicas. E como já disse diversas vezes, podia dar-me para enfardar chocolates ou para chorar baba e ranho, mas não, dá-me para brincar, ironizar a dar a volta ao contrário, digamos assim. Confesso que me diverte. Sou assim mesmo, nada a fazer.

Em jeito de conclusão, que o blábláblá já vai longo, só quero dizer mais uma pequena coisa. Quando digitei as primeiras palavras neste espaço, nunca tive a pretensão de querer agradar a alguém, muito menos a todos. Gregos e troianos. Primeiro, porque não quero, e segundo, porque é impossível (e terceiro, porque não tinha piada). Gosto de escrever, gosto de partilhar, gosto de me divertir e gosto de fazer divertir. E é só. Não imaginam como é gratificante quando me dizem algo do tipo "obrigada Gata, estava a ter um dia de merda, mas já me fizeste rir". Isto sim, é de valor. Tão pouco me importa se há quem ache que tenho mau-gosto e quem me considere uma valente pirosa. Mas isto sou eu que sou uma pessoa de sentimentos e sempre fui muito dada às relações que crio. Sim, bem sei que algumas de vós já me vêem como uma espécie de amiga virtual (confesseeeeeem!). Pooooooor issooooo, posso ser a maior pirosona cá do sitio, mas enquanto souber que contribuo para a boa disposição de alguém, por cá continuarei. O resto é música para os meus ouvidos. Tão simples assim.



* ressabiado...só porque sou uma pessoa bastante muito simpática.
24-09-2013 15-51-22

103 comentários:

  1. Não te sobrestimes... Já fiz uns comentários mauzinhos e nem tenho inveja, nem tenho uma vida enfadonha. O motivo? Sou má e gosto de ver a barraca a arder :-)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Uau que orgulho...!
      Suponho que a sua vida seja muito pouco enfadonha se o que disse for o seu lema de vida...

      Eliminar
    2. Não, não faço isto em mais nenhum blog, simplesmente -à semelhança de muita gente- embirrei com a Gata. E deixar um comentário mauzinho leva tanto tempo como deixar um comentário bonzinho...

      Eliminar
    3. "Nem tenho uma vida enfadonha"
      Mas, é a primeira a comentar! Tu fazes outra coisa na vida que ficar a espera de posts?

      Eliminar
    4. Por acaso até estou a tirar um doutoramento... ;)

      Eliminar
    5. Uauh e és especial por isso? Podes ser enfadonha na mesma. Mas é engraçado tentares dizer / justificar o que fazes para provar que não o és. Ahah quer dizer muita coisa...

      Eliminar
    6. Não foi uma resposta à acusação de ser enfadonha, foi uma resposta a "Tu fazes outra coisa na vida que ficar a espera de posts?"

      Realmente só vêem o que querem.

      Eliminar
    7. Coitada, que triste vida, essa de fazer "doutoramento" em vida alheia...

      Eliminar
    8. Ahah! Está de facto muito enervadinha com as minhas respostas...

      Eliminar
    9. Menina quase doutorada, subestimes e nunca sobrestimes

      Eliminar
    10. "subestimes e nunca sobrestimes": sabe que as duas palavras existem e são antónimas, certo? Está só a brincar, presumo...

      Eliminar
  2. Gata, essa palavra faz-me lembrar sabes o quê? Rabinho assado. E deve custar a passar, assim como a chamada dor de cotovelo, a tão "aclamada" inveja, aquela pura. Sei que é fácil falar mas não dês protagonismo a quem não merece, mais valia elogiares quem gosta de te ler e vem cá todos os dias, esses perfis todos que escondem pessoas boas.
    Aos outros, desprezo.
    Mimos bons, gosto de te ler, embora quase nunca comente.

    ResponderEliminar
  3. Ena pahhh... demorei meia hora a ler, mas valeu cada minuto. Boa!!!
    Já era tempo de enxotares esta gente ressabiada daqui para fora.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mais do que dar tempo de antena a quem não merece, o objectivo principal foi proporcionar umas boas gargalhadas a quem me lê! =))

      Mas nem por isso consegui enxotar essa gente (também é difícil), o Scherlock Holmes (um "pónei-com-palas") já anda aí a espalhar "magia" (espero não entupir a lixeira cibernautica). AH! AH! AH!

      Eliminar
    2. Texto legal! Demorei um tempo para perceber que não era português do Brasil. Um abraço "d'aquém mares"!

      Eliminar
  4. Assim é que se fala! Os teus discursos são melhores que do primeiro ministro xD

    ResponderEliminar
  5. "BOU-te" contar... adorei este texto.... divinal e divertido ;) um brinde aos ressabiados de toda a blogosfera e arredores e a ti gata continua assim "pirosa" como dizem e divertida que eu gosto bastante ;)

    ResponderEliminar
  6. Palmas..palmas,,,de pé..bravo ..Gata..!!

    ResponderEliminar
  7. CLAP, CLAP, CLAP, CLAP...CLAP! :)

    ResponderEliminar
  8. Sou apenas eu a achar que virou "moda" ir insultar blogues em anonimos ?! :o
    Nao sei se ja repararam mas cai um aviao e caem logo uns 5, o marido mata a companheira e ha logo 20 maridos a matar as companheiras, isto é grave porqur parece que as pessoas vivem consoante "as modas" e esta é uma delas, alguem diz que nao gosta da ponta do cabelo e ha logo dezenas de pessoas a dizer que nao gostam da ponta do cabelo, e fazem-nos de forma exaustiva, tipo as criancas ! Eu muitas vezes acho que a mesma pessoa faz dezenas de comentarios identicos so para ver o barraco arder !
    Beijos gata, continua assim xD

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Esses são os anónimos ressabiados que padecem de "personalidade-múltipla". Uns fofos, eles.

      Beijinhos e bom fim-de-semana.

      Eliminar
  9. Gata eu gosto muito do teu blog e de ti, acho que és engraçada e conseguiste ter aqui um blog bem jeitoso. Mas desculpa lá, para quê fazer praticamente o mesmo que outra pessoa já fez? Isto sim é cópia, quase plágio. Podias ter escrito doutra maneira, feito texto corrido, algo diferente. E se não aceitares o comentário só prova que acreditas que é verdade, porque não te estou a criticar nem destilar ódio.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Por acaso, mas só por acaso, percebi o que estás a querer insinuar (!!!!), porque o Scherlock Holmes cá do sitio fez questão de partilhar um link de um post que eu desconhecia por completo, por razões óbvias. E esta é a única verdade.

      P.S. 1: Simpatizava contigo, és anónima mas não te tinha como ressabiada, no entanto, desceste uns bons pontos na minha consideração.

      P.S. 2: Não tenho de provar nada a ninguém.

      Eliminar
    2. Atenção Gata que esta Ana não é a Ana que costuma comentar os leus looks...essa Ana sou eu e não concordo com o que esta Ana escreveu...

      Eliminar
    3. Não, a Ana sou eu!

      Eliminar
    4. Desculpe mas os comentários aos looks da gata e feitos por mim são assinados Ana e não sou a Ana que fez o comentário do dia 12 de junho ao qual acho que a gata está a associar, mas isso também não interessa porque um nome é só um nome...vou começao a assinar nome e apelido pode ser que não apareça outra igual

      Eliminar
  10. não li nem metade do texto e sabes porquê? (Além de gigante, claro) Porque, sinceramente, são estes posts que incentivam os anónimos ressabiados a serem mais e mais ressabiado. Estas publicações dão-lhe a importância desejada, sustentam a malvadez alheia, fazem-nos pensar «yes, consegui que se passa-se da cabeça».
    E, não querendo ser mesquinha e ressabiada, muitas vezes também tendes a confundir ironia com malvadez, tal como os ilustres anónimos. Os teus comentários falam por si!
    Ana

    ResponderEliminar
  11. Os anónimos ressabiados ficam e a caravana passa!
    Para quando um post sobre punheta de bacalhau? Isso é que era!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ahahahahah! Vou pensar nisso com carinho! :D

      Eliminar
  12. O texto está super divertido, Parabéns! Ontem também fui brindada com um comentário menos bom (o único) e embora não tivesse dado muita importância é sempre desagradável.

    BJ

    ResponderEliminar
  13. Parabéns pelo texto Gata. Continuo a acompanhar o teu blog, tal como desde o início, apesar de não ser uma "comentadora".
    Aqui no teu blog já li comentários excelentes (a maioria!) e muito maus e compreendo o teu texto. Que se lixe se estás ou não a dar importância aos anónimos ressabiados. Pode ser que um dia percebam que são pequeninos, pequeninos.

    ResponderEliminar
  14. Tive um dia todo à espera dos 5 looks da semana e nada. Não se faz.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Hoje não me deu para isso, mas é só cuscar no Instagram (caso a curiosidade aperte).

      Eliminar
  15. Não sendo visitante assídua vou dar a minha modesta e isenta opinião, eu sou do tempo em que os blogs se contavam pelos dedos e em que as pessoas eram honestas e raramente usavam a internet para destilar frustrações, vai isto para mais de uma dúzia de anos. Sou também do tempo em que os blogs eram exclusivamente usados para expressar estados de alma e não como pseudo-negócios ou forma de aspiração a uma pseudo-elite, o que, em vendo bem as coisas poderá ter alguma coisa o cu a ver com as calças.

    Isto tudo para dizer que, sim senhora, ninguém tem que se sujeitar à maldade alheia mas isto é como trancar a porta de casa todas as noites: não gosto de ladrões mas sei que os há e portanto tenho que me prevenir contra eles; vai daí, quem tem um blog em que se expõe física e ideologicamente tem de ter também a consciência e o suporte mental para dar o corpo às balas. Não é bonito mas também não é novo. É como a paz no mundo, não é por as Misses Mundo a aclamarem todos os anos que ela aparece.

    Agora, também é verdade que quando nos colamos a um estilo em especifico estamos mais sujeitos a comparações e escrutínios. Este post, por exemplo, muito provavelmente vai ser muito criticado não pelo seu conteúdo em concreto mas pelo facto de ser muito semelhante a um dos textos mais partilhados e conhecidos da Pipoca Mais Doce e ao fazê-lo é óbvio que terias consciência disso. Portanto, na medida em que a vida é uma faca de dois legumes (saudoso Octávio) e quem anda nisto há mais de dois dias já perdeu a inocência da coisa, é uma questão de equilibrar a balança e decidir o que mais compensa e, em resultado disso, manter o blog sorrindo e acenando ou fechar de vez e recuperar a paz alegadamente perdida.



    ResponderEliminar
    Respostas
    1. "Mais partilhado" e "mais conhecido" que eu até desconhecia por completo. Mas é natural, já que na altura não era nada dada a blogs e tão pouco conhecia a famosa "PMD", daí não ter a mínima consciência do que você está a querer insinuar subtilmente.
      Mas como se costuma dizer (e já que você gosta de ditados populares): quem não deve, não teme. =) Por isso, por cá continuaremos a sorrir e a acenar (por muito que desejem que o tasco feche portas).

      P.S.: Não posso deixar de comentar a parte do "...quando nos colamos a um estilo em especifico...", e a única coisa que lhe tenho para dizer é, apenas e só, isto: "A Gata de Saltos Altos" é um blog pessoal. Quanto a isso, nada a fazer.

      Eliminar
    2. sou só eu que não vejo semelhança? Okey, o sentido do post é o mesmo, é dirigido aos anonimos maldosos, mas isso n justifica as insinuações que estao a fazer. O conteudo que é o que importa nada tem a ver. O post da gata é muito mais abrangente, tem mais conteudo e segue uma determinada linha de pensamento. As proprias definições que arranjaram são diferentes, claro que estando as duas a falar de pessoas cobardes que se refugiam no anonimato têm de ter algo em comum, tendo em conta a experiencia de cada uma e até achei este post mais engraçado e com mais piada.

      Eliminar
    3. Quando é para atacar, gosto de atacar, mas quando acho que devo defender tbm defendo. O tema é o mesmo sem sombras de duvidas, mas a abordagem é totalmente diferente. Além disso, em 2012 a gata ainda n era gata, pelo menos na blogosfera. Neste ri-me à brava. O da pipoca é mais para atacar os ditos, aqui, além do ataque tem toda a piadola à volta. Valeu pelas gargalhadas oh dona gata, mas deves-me um café

      Eliminar
    4. Criar um blog na última meia-dúzia de anos sem que o autor conheça o PMD é raro, que é, mas pode acontecer, com certeza.

      O blog a Gata de saltos altos é um blog que surgiu na onda dos blogs de outfits e, portanto, cola-se a um estilo: os blogs de moda. Na medida em que uma boa percentagem de posts são nesse âmbito é, no mínimo, inocente tentar fugir do rótulo óbvio. Já o ser pessoal, na medida em que é escrito por uma só pessoa é pessoal. Contra factos não há argumentos, nunca isso esteve em causa. Nessa medida, não vejo o porquê da veste de virgem ofendida na análise do meu comentário, mas adiante.

      A grande questão neste tema em especifico na generalidade da blogosfera é que se tende a enfiar tudo no saco da frustação e inveja e passa a ser o argumento-bandeira, qual arma de arremesso. Senão, vejamos, eu dei uma opinião fundamentada, não ofendi, não emiti sequer juízos de valor, qual foi a resposta? Três pedras na mão. É uma opção tão válida como outra qualquer e na medida em que o tasco é teu, tu decides as regras. E para terminar e ainda na senda dos ditados populares, bem sei que gato escaldado tem medo de água fria, mas quando se perde a capacidade de separar as águas acaba por se perder o sentido dos argumentos.

      O blog é teu, continuas porque é um direito e uma opção que te assiste e enquanto durar terás que lidar com os anónimos ressabiados ou simplesmente com opiniões diversas das tuas, a capacidade de pelejar com isso estará directamente ligada com o tempo de duração do blog. Boa sorte nisso, pois então.

      Eliminar
    5. E não é que eu sou coisa rara? Edição única até. Brincadeiras à parte (que não são pedras, diga-se), o jovem que me encorajou a criar um blog até me fez sentir mal quando lhe disse que não conhecia tal personalidade. Segundo ele, gaja que se preze tem de conhecer a sô dona Mais Doce. Mas… Mea ignorância.

      Continuando… O blog “A Gata de Saltos Altos” é um blog que surgiu na onda da autora querer escrever, partilhar e aparvalhar. Isso inclui os trapos da mesma, claro. No entanto, cola-se a um único estilo: o dela própria, o da autora, o meu. Isto não é, nem nunca será, um fashion blogger (por razões óbvias, Ah! Ah! Ah!).
      AH! Por acaso sou virgem, mas não é de ofendida, é de signo mesmo.

      Quanto às três pedras na mão, ai pedras não mão! Não queira saber o que são três pedras na mão, minha senhora, eu “cus azeites” viro bicho, wuuaAAAaaHhHh. Mas olhe, prefiro as que falam com três pedras na mão do que as sonsas. De loooonge.

      E agora, confesso, fiquei a apanhar bonés. Desta vez, não percebi a sua insinuação e o que quer dizer com o gato escaldado e as águas, mas, talvez, também seja para não perceber.

      Obrigada. Um bom fim-de-semana para si.

      Eliminar
    6. Cara Gata,

      Esbocei um sorriso com a leve ameaça dos azeites. Tendo em conta o post em si e os respectivos comentarios, seria bastante educativo ver qual de nós teria mais experiencia acumulada e jogo de cintura, mas para isso era necessario que o assunto valesse a pena. Como nao vale, é continuar dentro do seu género que haverá sempore quem goste. Da minha parte, encerro a questao por aqui.

      Eliminar
    7. Ai isto era para ver quem tinha mais jogo de cintura ou mais experiência?! Agora é que foi… Virgem Santa.

      Olhe… Você pode ter imensa experiência e um jogo de cintura daqueles, mas ainda assim, não lhe chega para me saber interpretar (talvez serão os resquícios de maldade que a dificultam, o tal argumento-bandeira, qual arma de arremesso, que fala). É que quando fiz alusão à expressão “cus azeites” em nada foi uma ameaça. Em nada mesmo.

      Decididamente, não jogamos no mesmo campeonato (mas isso viu-se logo de inicio).
      Inté.

      Eliminar
    8. Não conhecia a pipoca mais doce? é para rir... Visto que tem uma foto há uns anos atrás em que está à porta da loja Bazar, que por acaso nesse dia estava fechada!!

      Eliminar
    9. Uma foto de há uns anos atrás tipoooo...no ano passado? Você é daqueles que é capaz de dizer que o céu não é azul. Santa paciência...

      Eliminar
    10. Juro que não percebo porque falam tanto no blog da pipoca (a minha opiniao , já nem é nada de especial ). O primeiro blog que conheci foi o da Catarina beato -dias de uma princesa e só muitos meses depois conheci o da pipoca.
      Tenho uma questão para essas pessoas que dizem que o texto é parecido com....
      Já viram os programas dos canais portugueses? !são todos cópia de outros países.
      Já viram as revistas comercializadas? ! São todas cópias umas das outras.
      E poderia continuar com isto a noite toda...
      olha gata desculpa já ter copiado alguns dos looks que tens colocado aqui. Espero que não tenhas registado isso que não tenho dinheiro para royalties.
      continua assim que quem vem aqui vai continuar a vir. Qualquer dia tens um anónimo a dizer que andas a copiar os pratos do Henrique Sá pessoa (acho que é só o que falta)

      Eliminar
    11. A dos recantos descarrilou por completo. Veio aqui para medir forças com a gata LOL LOL
      Esta foi só mais uma que veio destilar veneno, a diferença é que o fez poeticamente. Há que manter o nivel(ou a falta dele)!!! A gata diz e bem,sonsas e cinicas longe com elas.

      Eliminar
    12. Sim essa gaja do encantos veio armada em Cinderela com sapatinho de cristal mas virou abobora. Porque é isso mesmo que uma abobora é. Uma abóbora. E é tão moralista que dá vómito... Vá lá para o canto pseudo encantado tentar desenvolver teorias para as quem quiser ouvir.

      Eliminar
    13. Mais um ditado e este vai para a recantos: "vozes de burro não chegam ao céu".
      Gata nunca ouviste dizer que "os cães ladram e a caravana passa"? Despreza essa gente, e mesmo o desprezo é pouco. Entre anónimos ressabiados e sonsas, não sei o que é pior. Essa recantos veio de arma em punho, primeiro com a insinuação da semelhança com o post da pipoca e depois revela o seu desejo:que acabes com o blog. Diz que o teu blog durará de acordo com a capacidade que terás para lidar com os anónimos. Fez questão de dizer logo em primeira mão que não é visitante assídua, mas aposto que passa aqui a vida e larga comentários em anónimo, para quê? Para testar o tal jogo de cintura e ver quando é que abandonas a blogosfera. Tanta experiência acumulada que nem a máscara de virgem santa conseguiu manter

      Eliminar
    14. Gata, gostei do texto que escreveste. Quanto à senhora do blog encantoserecantos, não vale a pena perderes tempo a responder-lhe: basta ler o blog dela! Cheia de certezas, sempre pronta a dar opiniões sobre tudo como se fosse dona da verdade. Esquece, não respondas, pois ela só quer mostrar-se. Continua a ser como és, pois muitos gostam de ti assim. bj. Maria

      Eliminar
    15. Encantos&Recantos gostei de si :D Escreve bem e tem poder de argumentação!

      Eliminar
    16. Fui dizer à senhora do blog "encantos e recantos" que só porque não perde a compostura, não signifique a atitude que teve aqui não tenha sido de barraqueira (uma vez que veio com insinuações e provocações). Esperei em vão alguns dias. O comentário nunca viu a luz do dia...

      Só vim cá dizer isto porque existe lá um comentador que referiu que só aceitas comentários a bajular-te e que ela é muito diferente. Na realidade não é. Ela não aceita opiniões contrárias ou as que tem aceite são aquelas pouco civilizadas (será que é para parecer muito chic e capaz de colocar em prática o poder de encaixe?) ou será que é para parecer que todos são extremamente "barraqueiros" e ela uma "dama"?

      Eliminar
    17. Obrigada pela "boa-nova", anónimo 11:19.
      Não me deu para ir ao blog da Lady Encantos, mas já dei conta do post em minha homenagem (muito obrigadinha, sim? se quiser dar umas voltas nas minhas sandalocas brancas é só dizer, não se iniba). E não tenho assim muito a dizer, porque a natureza da pessoa em questão viu-se mais acima.

      Lady de muita prosa, muita prosa, mas como o meu pai diz e bem "devemos ter sempre um pé atrás com pessoas de muita "letra"". E o que dizer de uma pessoa que vê maldade nas minhas palavras, quando estava completamente na paz? Mas é natural, pessoas que carregam maldade dentro delas vêem, automaticamente, maldade nas outras. A gota de água foi mesmo a “experiência acumulada” e o “jogo de cintura”. A Lady Encantos chegou aqui de arma em punho (mas muito poeticamente porque há que manter o nível) para medir forças (ah! ah! ah!), mas eu estava completamente "out”. E não, não jogamos no mesmo campeonato e com muito gosto.

      Quanto ao não aceitar comentários, segundo o que você me diz, e tendo em conta a poesia da Lady Encantos lá pelas suas bandas, realmente, não é lá muito coerente não, mas nada que espante.

      Eu se não aceitei alguns comentários, foi porque eram mal-educados SIM, porque eram insultuosos SIM, e porque eram arrogantes SIM.
      E dou um exemplo só para que entendam (melhor, só um desenho). Eu posso chegar ao pé de uma gaja e dizer: “Boa tarde minha querida Fulana X, tens passado bem? Ai tu és tão linda e jeitosa, mas hoje pareces uma daquelas meninas que costumam estar à beira da estrada. Nada contra, claro que não, és super gira, mas que estás a parecer uma delas estás e não é nada bonito. Gosto muito de ti na mesma, mas vê lá se és menos “menina que se vende” . Fica bem, sim?”

      Ou seja, eu estava nitidamente a chamar “puta” à gaja, mas como fui tão queridinha, tão de falinhas mansas, tão mimimi, tão SONSA, já é válido? É educado? Não me parece. Este foi um exemplo para dizer que gente sonsa enfio no mesmo saco dos anónimos ressabiados, é tudo feito do mesmo. Por isso esqueçam lá o “aiiii mas eu fui tãoooooooooo educada, tãoooooooo inocente e (a puta) ela apagou-me o comentário?”. Sonsice, pfffffffff.

      Eliminar
    18. Agora que os ânimos parecem ter acalmado vou deixar o meu ponto de vista. Não sou de tomar partidos e não gosto de ser injusta pelo que gosto de ver as coisas como elas são. Aqui temos a prova de que é pela boca que morre o peixe e que "só fala quem tem que se lhe diga".

      Temos uma Gata que elaborou um post para mostrar o seu desagrado para com os "anónimos ressabiados" que aqui a massacram todos os dias, ou por maldade, ou por inveja, ou por estupidez, os motivos não passam disto. Fê-lo e tinha toda a liberdade para o fazer. Se os outros se sentem na liberdade de dizer o que bem entendem, também têm de se sujeitar a levar com uma resposta. E a Gata foi grande nesta resposta, neste post. Para uns é má educação e ressabiamento, para outros foi um post extremamente divertido, que proporcionou gargalhadas e boa disposição, cheio de ironia e sarcasmo.

      Depois temos a Encantos que entrou muito bem, deixou a sua opinião de forma educada e civilizada, mas a "facadinha" estava lá, bem como o intuito da sua intervenção que no com o decorrer dos comentários foi ficando cada vez mais à vista.
      Ngm pode dizer que a Encantos foi mal educada, porque não o foi, mas foi mal intencionada, isso diz tudo de uma pessoa daí ter ficado apelidada de "sonsa".

      Mas a Gata, em momento algum, também não foi mal educada com a Encantos, nem faltou ao respeito, e mesmo tendo sido atacada, ainda que subtilmente, com a insinuação da Encantos, até foi muito branda na resposta e manteve-se brincalhona como sempre. Provavelmente a Encantos não esperava que a Gata aceitasse o seu comentário, mas como a Gata diz e o tem provado "quem não deve não teme".

      A Encantos podia ter ficado pelo primeiro comentário. Entrava e saía de peito feito. Assim, entrou de peito feito e saiu pela porta dos fundos. Deixou cair a "mascara" ao longo do seu discurso e mostrou ter picardia com a Gata. O seu último comentário foi a gota de água e não deixou margem para duvidas. Depois sujeitou-se à opinião de quem vem aqui e lê. É o resultado de quem se põe a jeito.

      De seguida vem a atitude da Encantos, que diz ser uma senhora e não gostar de barraqueiras, mas tomou uma posição igual ou pior. Mais uma vez caiu ao comprido ao fazer um post dirigido à Gata e a alimentar barracada. Encantos sentiu-se ofendida com as opiniões das leitoras deste blog, mas aqui ngm a insultou, nem pôs em causa o seu bom nome. Do seu lado o mesmo não se pode dizer já que está a permitir injurias e insinuações. Chama-se jogo sujo. Se isto aqui foi barraca, o que chama ao que você alimentou? Pelo menos aqui respira-se boas energias e boa disposição, dá gosto. Do seu lado a má energia é tal que não dá vontade de voltar.
      Isto não é bajulação, é ver as coisas como elas são e quer você queira quer não, a Gata manteve-se e continuou superior a si.

      Eliminar
    19. Bem visto.. Além disso a gata também parece ter eliminado comentários para evitar mais barraca. Vê-se quem é e quem não é a barraqueira. Coerências.. A Encantos jogou sujo e só se aproveitou dos anónimos ressabiados da gata que estavam desejosos para atacar. Pelo menos conseguiu ter um post com mais de 10 comentários, foi o que ganhou e o titulo de barraqueira e sonsa já ngm lhe tira..

      Eliminar
  16. Sabes o que eu acho que devias fazer? Deixar a caixa de comentários livre durante umas horas ou um dia. Para todos nós sabermos o quanto as pessoas podem ser desagradáveis e doentes. A sério, acho que o devias fazer mesmo. Até porque tu (que és o alvo) lês esses comentários todos na mesma.

    http://entreosmeusdias.blogspot.pt
    facebook | instagram

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. AHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAH, ia ser um LINDO ia! AHAHAH
      Mas pode ser que sim, que um dia faça uma espécie de "Dia Aberto" à secundário! :D :D

      Eliminar
    2. Há bocado quando estava a comentar, estava precisamente a pensar que eu já acho isto tão mau e é o que eu vejo, é o que tu tornas PÚBLICO. No entanto, dizes que ainda há os que não aceitas de tão maus e insultuosos que são, por isso, é muito mau de imaginar a maldade que para aqui vai, aqui e pelo mundo fora.

      Eliminar
  17. O que mais me irrita é que essas pessoas se nos vissem na rua iam agir connosco como se fossemos as pessoas mais fofinhas do mundo, mas no blogue como é anónimo podem dizer tudo o que querem :o
    Conheço dois casos assim em que pela frente é uma coisa e pelo blogue é outra!
    Gostei do post e continua que tu és suuuuper engraçada!
    Beijinho*

    ResponderEliminar
  18. Epaaa, adorei!!
    Acho que um post destes por ano chega, esse tipo de ressabiados não merece tanto tempo de antena, se acha que merece é só criar um blog e mostrar "a cara"...epah, enfim!

    Continua "masé"!
    Beijinhos *

    ResponderEliminar
  19. Apesar de gigante gostei bastante deste post. Gosto MT da forma divertida como escrevesse e não acho de todo (como está a ser insinuado) que este post seja uma cópia de um da pmd. É normal haver comentários maldosos, anônimos sem vida própria e maldizentes e como tal, é TB normal que se faça um post sobre este assunto sem que atirem logo as pedras TDs a dizer que o post é uma copia de fulano ou Beltrano. Continua com a tua escrita divertida que eu cá gosto MT de te ler. Bjinhos.

    ResponderEliminar
  20. Olha eu aqui que te leio além fronteiras! E mais! Já te lia quando vivi em Italia, lia em Portugal e continuo a ler por aqui :D. ISto so para chamar a atençao (pobre de mim :P). Agora a sério.. marimba-te para o pessoal que só fala mal. Se não gostam, não venham cá. Eu comecei a não gostar de certos blogs (que só fazem publicidade "encapotada" e nunca mais la fui ou vou muito esporadicamente quando não tenho realmente mais nada para ver naqueles que mais gosto. O teu incluido ^^).

    Vi alguns comentarios aí em cima a dizer que podias ser muito parecida com a pipoca. Só se for com a pipoca de ha 5 anos atras quando começou.. agora não tem nada a ver... nem que seja porque agora é conhecida, recebe muito € pelo que faz e já não pode escrever tao livremente. Tu tens esse luxo e adoro isso :D

    p.s. Já agora, o casamento foi um sucesso :D

    http://goingnorthtilnorway.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olááá Carolina! =)

      Graças a ti posso dizer que tenho um blog conhecido internacionalmente! AH! AH! AH! :D

      P.S.: Acredito que tenhas feito sucesso. O vestido era super giro e claaaaaaaaaaro, com as minhas preciosas dicas não tinhas como falhar! Eheheheh QUERO FOTO! =P

      Beijinho e bom fim-de-semana *

      Eliminar
  21. Realmente aborrece ter de levar com certos comentários. O que vale é que sabes sempre dar a volta à questão! ;)

    http://adorosercomosou.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  22. Admiro-a por aguentar a tanta malvadez...
    Parabéns pelo texto que está muito bem escrito e com um sentido de humor top!

    Cristina F.

    ResponderEliminar
  23. Garanto que não é ressabiamento, nem mais lenha para a fogueira, mas não entendo quando afirmas não conhecer a PMD, quando há uns tempos, comentavas no blog dela quase todos os dias! Aliás, foi por lá que te conheci e vim parar aqui.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não chega a ser ressabiamento, nem tão pouco mais lenha para a fogueira, porque não passa de uma pequena distração sua (ou enterranço). Você deu-se ao trabalho de ler o contexto em que se insere o comentário onde referi esse facto? Como acordei super bem-disposta, eu explico tim-por-tim.

      Confrontaram-me com um post de 2012 onde a Mais Doce também dedicou minutos da sua vida à pobreza de espirito que vai no mundo. E eu nessa altura, e perdoe-me a expressão, cagava e andava para os blogs. Não sabia o que era uma “PMD”, uma “Mini-Saia”, um “Dias de Uma Princesa”, um “Style It Up”, zero, nada de nada.

      E simmmmmm, já sei que é um atentado e uma valente facada na cultura desconhecer a sô dona Mais Doce, e que gaja que se preze tem de conhecer a sô dona MD desde que nasce. Mas pronto, fui uma pessoa feliz na mesma.

      As mentes mais iluminadas, os tais peritos nas teorias da conspiração, aquelas mentes assim mais diabólicas capazes de engendrar os esquemas mais manhosos, aqueeeeeeelas que estão sempre à procura de 1001 teorias para fazer valer a sua parvoíce, ainda apregoaram: “ahhhhh porque de certeza que andaste a ler o blog TODO da P., leste tudo-tudinho, letra por letra, post por post, nada te escapou destes 10 anos da P. a bloggar. Ahhhhhhhh porque é super normal querer saber como tudo começou”.

      A SÉRIO gente?!? AHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAH!

      Primeiro: eu tenho uma vida.
      Segundo: fanatismos não é comigo.
      Terceiro: não sou (e não era) “pónei-amestrado”. Não passava de uma simples leitora que se identificava com a sua maneira de ser e que lhe reconhecia bastante talento para a escrita. E para conhecer como a PMD começou, bastou-me ler o seu primeiro livro onde faz o resumo dos primeiros anos. E não, lá não constava nenhuma folhinha dedicada aos seus “anónimos infelizes”.
      Quarto: tirem um tempo e matem-se.

      Eliminar
    2. E no entanto deixaste de lá ir...estranho!!

      Eliminar
    3. Estranho? Não me parece. No entanto, também não vejo como que é que isso pode interferir na sua vida.

      Eliminar
    4. Agora as pessoas também são obrigadas a ir ao blog da rapariga?!
      Eu bem digo que no dia que taxarem a parvoíce o país deixa de ter dívidas

      Eliminar
    5. Anónimuxa15 junho, 2015

      Anónimos super desatentos os teus (ou fazem-se), Gatuxa! Caríssimos, a Gata deixou de lá ir (e bem) porque a Pipoca teve uma atitude muito pouco digna (como pelos vistos têm os seus "póneis amestrados" lol) que foi enxovalhá-la gratuitamente - no caso aceitou os comentários maldosos e não aceitou os que a defendiam.

      Eliminar
  24. Muito bem dito Gata!!
    Adoro ler os teus textos!!! :)

    Beijinho :)
    Sandra

    ResponderEliminar
  25. Aquel@ que tu sabes13 junho, 2015

    Este post revela a frustração de quem, ao fim de 1.300.000 visualizações num período relativamente curto, ainda não conseguiu um único patrocínio.

    Acredita, não é assim que lá vais.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. AHHHHHHHHHHHHHHHHH o anónimo ressabiado do mail exclusivo, coiiiiiiiisa linda! Mas você continua com insónias? Contínua sem dormir tal é a preocupação com o possível sucesso aqui do barraco e com o facto de ter (ou não) muitos seguidores (palavras suas que me deixaram à beira das lágrimas)? Ainda não conseguiu ultrapassar? Não tem mais nada com que se preocupar? Váááááá, eu já lhe disse que pode dormir descansado, porque com a falta de nível aqui do estaminé, acompanhada com a pirosice da autora, nem o patrocínio da loja do chinoca ali da esquina consigo. Sossegue a alma, sim?

      Sem me alongar mais, primeiro porque não merece e segundo porque já lhe disse o que tinha a dizer anteriormente, termino com o seguinte: o seu comentário revela a frustração de quem aqui vem destilar veneno todos os dias. Acredite, não é assim que vão ser pessoas mais felizes.

      #pastilhasrennieparacriaturasquesepreocupamcomosucessoalheio

      Eliminar
  26. Engraçado que não aceitas os comentários onde te dizem as verdades. Tu és a verdadeira ressabiada.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Verdades… A verdade é algo inquestionável e incorruptível. É sempre só uma. E nada, mas mesmo nada tem a ver com opiniões. São coisas muiiiiito diferentes, caro anónimo ressabiado. Aproveite os blogs das criaturas da sua índole para fazer partilha das vossas “verdades”.

      Eliminar
    2. A partir do momento em que te mostras assim começas a perder leitores...eu sou um deles que adorava este blog...

      Eliminar
    3. A partir do momento em que me mostro assim, como? Não entendi. A partir do momento em que me apetece desabafar e dizer ao mundo blogosférico o que penso de cada pessoa que vem aqui destilar veneno? Bem, sou mesmo uma reles de pessoa.

      Mas olhe, ainda bem que não sou a Margarida Rebelo Pinto, porque essa sim, não pode perder leitores sob pena de não ganhar dinheiro para comer. Eu, sou só eu, uma simples (e reles) rapariga com um (reles) blog. Se gosto de ter leitores? Ah pois claro que gosto, nem se pergunta. Mas, acima de tudo, gosto de ter leitores que gostam de mim e que gostam de vir cá. O resto dispenso.

      Eliminar
  27. Porque não fechas o blogue a anónimos?

    Fiz isso no meu, pois não me apetecia estar a ser insultada.

    O blogue distrai-me e não estou para me aborrecer, mas sim para me distrair.

    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  28. Acho que podias fazer o que a mona lisa diz. Pelo menos por uns tempos :)

    ResponderEliminar
  29. Facto: há pessoas más e falsas, tão pobres de espírito que se escondem atrás do anonimato para te insultar. Acredito que os comentários que não aceitas sejam nojentos... tal como as pessoas que tos enviam. Acredito, também, que, provavelmente, algumas te conhecerão pessoalmente e, como não têm tomates para assumir a inveja que te têm cara a cara, fazem-no aqui.
    Um email exclusivo para te comentar? Valha-me a Santa... Até onde chega a falta de vida própria deste gente?! Isso já é obsessão, credo.
    Eu gosto da forma como escreves (parto-me a rir com algumas coisas), gosto das publicações que fazes, gosto do teu blogue assim: genuíno. E vou continuar a vir cá.

    Luciana

    ResponderEliminar
  30. Eish... tanta letra zZzZZzzzzZ

    ResponderEliminar
  31. Meu Deus, o que para aqui vai :).
    Também já recebi comentários anónimos desagradáveis e é coisa que nunca sabe bem. Felizmente recebo-os raramente, mas também tudo está relacionado com a dimensão de cada blog... quantas mais visitas, mais probabilidade de lidar com todo o tipo de pessoas e opiniões.
    Basicamente o blogue tem de durar enquanto nos der prazer, como me parece que é o caso aqui :).

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo, optei por eliminar o seu comentário, apenas e só, para evitar possíveis constrangimentos.

      Eliminar
    2. Ainda que não saiba o teor do comentário que poderia, eventualmente, me melindar, gostaria só de clarificar, para evitar mal entendidos (e depois de voltar a ler o meu comentário), que quando me refiro à dimensão do blogue não estou a falar do meu. Estou apenas a identificar o facto do blogue da Gata ter muito mais visitas e seguidores como um dos motivos para, necessariamente, ter de lidar com uma diversidade maior de pessoas e opiniões. Ao dizer que não recebo tantos comentários do género será, possivelmente, porque a dimensão do meu blogue é menor que a do dela.
      Dito isto, não tenho mais nada a acrescentar a não ser que a Gata tem estofo para lidar com isto tudo... eu admito que não sei se teria, até porque nesta fase da minha vida as minhas preocupações são outras :). beijinho e bom domingo

      Eliminar
  32. Há relativamente pouco tempo recebi um comentário anónimo que dizia que eu não era uma fashion blogger etc. (como se o meu blog fosse só do fashion), simplesmente apaguei o comentário e decidi ignorar. Se fosse uma critica construtiva eu teria publicado o dito comentário mas, como diriam os nossos políticos, era o 'bota abaixismo' e esse só merece ser ignorado e esquecido!
    Em relação ao que por aqui se passou (confesso que não assisti na integra) só tenho a dar-te os parabéns! És uma verdadeira lady ;)

    L*

    ResponderEliminar
  33. gata ... gata ... gata .... isso é tudo nervos de noiva???

    ResponderEliminar
  34. Cara Lis... isso é tudo que a sô Dona dos SALTOS ALTOS não é... uma Lady... Não deve ter lido as respostas ressabiadas que ela dá e a falta de educação que mostra sempre que não se concorda com as suas (dela...) opiniões ou se comentam os "pseudo outfits" da pessoa...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ora... Falta de educação? Quando não há argumentos é a melhor "arma de arremesso", não é?

      Eliminar
    2. Peço desculpa uma vez mais mas... não é uma questão de falta de argumentação foi apenas um comentário a quem lhe chamou LADY, comentário com o qual não concordo em nada, justificado pelo seu reportório ao responder aos comentários que não são do seu agrado. "Arma de arremesso" também não, uma vez que é uma simples constatação facilmente comprovada pelas suas próprias palavras... (veja-se o que a Sô Dona dos Saltos Altos, acaba de escrever em resposta a um comentário no post de hoje sobre o seu outfit...)

      Eliminar
    3. Hmmmmmmm, agrada-lhe a sonsice? A maldade nas entrelinhas? A arrogância? A má educação? A mim não, daí responder no mesmo pé de igualdade ao que não me agrada. Parece-me justo. Mas por falar em má educação… Queira dizer-me onde fui mal-educada nesse tal comentário que fala. Fiquei deveras curiosa.

      Eliminar
    4. É para já e foi a SÔ Dona de Saltos Altos que pediu (aqui vai um dos muitos exemplos que podemos facilmente encontrar no seu muito vasto reportório de asneiredo do grosso):

      "de A Gata de Saltos Altos15 de junho de 2015 às 10:59
      E a mal-educada sou eu? E a arrogante sou eu? E a sem classe sou eu? E são estes os comentários "sem maldade", e "educados" (não queiram ver os outros) que sou obrigada a aceitar? FODEI-VOS (ok, sou mal-educada)."

      Ora aqui está... ah já agora, se não utilizo este tipo de palavreado, não é sonsice, nem é arrogância é porque me dou ao respeito e respeito-a a si e aos seus seguidores... só mais nada! Algo que da sua parte não existe.É feio e não "havia necessidade" nenhuma, só mostra baixo nível bem pior do que os tais que apelidou de "ressabiados anónimos".
      Esclarecida?


      Eliminar
    5. Ahhhhh foi o "FODEI-VOS" que chocou a senhora (serviu o barrete?). Sendo assim, peço desculpa se feri susceptibilidades, mas sabe como é...lady é coisa que não sou, assumo (ah! ah ah!).

      Eliminar
  35. Anónimo 12:08, acabei por eliminar o seu comentário, porque, simplesmente, não vale a pena levantar polémicas (barraquices, vá). Ah! A Lady Encantos também não (merece) precisa de publicidade gratuita (ah! ah! ah!).

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não tem mal, Gata. Mas adoro quando o pessoal diz para fugir das barraqueiras quando elas próprias estão a armar barraca... a coerência!! lol

      Eliminar
    2. A Lady Encantos - como lhe chamas - tem o emprego para o qual tu estudaste e não conseguiste ter. O teu ressabiamento terá algo a ver com isso?

      Eliminar
    3. AHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAH, respira, AHAHAHAHAHAHAHAHAHAH, respira, AHAHAHAHAHAHAHAH, respira, AHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAH!

      Ai minha nossa senhora de todos os santos e mais alguns, onde isto já vai, cruzescredocanhoto (AHAHAHAHAHAH)!! Oh senhora, a sua observação foi só ridícula, desculpe-me que lhe diga, mas pelo amor da santinha. Eu conheço a Lady Encantos de algum lado para saber onde trabalha ou deixa de trabalhar (aliás, quem é a “Lady Encantos”?!)?! E você conhece-me de onde, para dizer que eu quis um emprego que não consegui ter? Oh senhora, você preocupe-se com a sua vidinha, sim?

      Eliminar
  36. Gata! Faz jus ao teu nome! Coloca-te nos teus saltos altos e diz:"Anónimo vai para onde vão os ratos depois de comerem umas pastilhinhas de Ratak"
    Sei do que falas, sei o que sentes porque já fui vítima dessa doença, hoje assumo a liberdade que é a minha e quando ma atropelam acaba-se a liberdade...dos outros.
    Nem devias ter usado tantas palavras para com o/a dito/a!

    Beijinho e mia crónicas que os gatos com nome adoram!

    ResponderEliminar
  37. Cum estapor... Halibut faz milagres...

    ResponderEliminar
  38. Simplesmente AMEI, AMEI AMEI, AMEI!

    ResponderEliminar