#

sexta-feira, 19 de outubro de 2018

Relax, it's weekend! #43

Sexta-feira, dia de sugestão de look aqui no barraco. Desta feita, recorri a uma das peças que seleccionei no post de ontem - os jeans meeeeega lindos às bolinhas - e a uma camisola de malha de tom flúor, uma das tendências desta estação. Sim, já é Outono, sim, já é Outono no verdadeiro sentido da palavra, sim, já está fresquinho, e sim, já estava com saudades das malhas quentinhas e fofinhas e de me perder dentro destes camisolões.

A Zara - sim, mais uma vez essa "gaja"a provocar o pânico (na nossa carteira) - está com imensas peças em malha super giras, dá vontade de chegar lá e arrebanhar tudinho. Falta muito para a Black Friday?!
Sweater oversize Zara (link) | Jeans Zara (link) | Mochila Guess (link) | Sapatilhas New Balance (link)


Bom fim-de-semana!


quinta-feira, 18 de outubro de 2018

#5 peças Zara para comprar já!

Porquê Zara? Porque é a boss disto tudo, pois claro. Regra geral, é a loja de fast fashion preferida de todas nós. A Mango vem logo a seguir a par com a H&M, mas, a meu ver, têm um pequeno problema: nnnnnn peças giras online, vai-se às lojas e...NADA. E eu ainda sou daquelas à moda antiga, gosto de experimentar antes de comprar. Manias.

Portantos, a Zara é quem manda aqui. Dita tendências, mais ou menos inspiradas nas famosas semanas de moda mundial, e é impossível ficar indiferente às suas colecções. Basta passar os olhos pelo Instagram para ver que há peças que são transformadas em verdadeiros sucessos pelas it-girls, tornando-se nos famosos must-have. Assim de repente, recordo as botas com a aplicação de pérolas que no ano passado quatro em cada três bloggers tinham um exemplar, a saia midi com padrão leopardo e, mais recentemente, a blusa com o padrão das correntes.

Bom, esta breve introdução para dizer que, de quando em vez, vou partilhar com vocês, minhas ilustres leitoras mailindas e fofas (há que passar-vos graxa de vez em quando :D), uma breve selecção resumida a cinco peças da Zara que acho giras e dignas de partilhar ao mundo. 

E para inaugurar a rubrica teeeeeemos, tchantcharantchaaaaann:

Blusa plissada (link) | Blazer (link) | Jeans (link) | Sweater (link) | Botins (link)

Podem descarregar tudo cá em casa. Amo esta blusa plissada desde o primeiro dia em que a vi no cabide da loja (também há em branco). Imagino-a de saltos altos, de sapatilhas, com um mega sobretudo bordeaux ou mostarda, a mandar um sainete do caraças de todas as formas e feitios. E estes jeans às bolinhas? Não aguento!! Às vezes penso que fazem de propósito. Depois temos o blazer (blazers nunca são demais!) que mal saiu à cena entrou para a wishlist de variadas bloggers. Esta sweater cinzenta, ou muito me engano, ou também ainda a vamos ver muito por aí. Isso e estas botifarras que continuam em altas e quem não tiver umas do género vai ser um ovo podre.


quarta-feira, 17 de outubro de 2018

Foi o melhor que se arranjou #288


adidas originals kind of love!

A Adidas é uma das nossas marcas queridinhas. Leva-nos à falência, mas tirando isso, é um amor. Ano após ano, apresenta colecções de babar e vem provar que a roupa de desporto pode ser reinventada, feminina e bem divertida.

Olhando para este casaco está bom de ver que tinha de ser meu, nem que caíssem picaretas do céu. BO-LI-NHAS!! Fofinho que só ele, para além de ser uma peça super prática que dá imenso jeito. Já tinha um casaco deste género da colecção Adidas by Farm, no entanto, numa versão florida e mais colorida.
E antes que fiquem aí cheias de ideias, esqueçam, porque este casaco foi comprado no ano passado e já não se encontra disponível. Percebo o vosso desalento, também deixei fugir as Gazelle às bolinhas e ainda hoje sinto uma dor no peito só de pensar nisso.

Se me permitem, o look apesar de descontraído não deixa de estar giro e bem cool. Porque looks descontraídos não têm de ser enfadonhos, 'tá? Neste caso, optei por fazer um mix and match e acho que resultou muito bem, dando mais vida ao outfit.


P.S.: fazer o favor de tentar ignorar o facto do meu rabicho estar a meio caminho de se desmanchar!!

terça-feira, 16 de outubro de 2018

BOOK | "Ao fechar a porta" de B. A. Paris


"só quem está no convento é que sabe o que lá vai dentro"

Depois de ter ficado fascinada com a leitura do segundo livro da autora B. A. Paris (podem rever a minha opinião aqui), depositei elevadas expectativas neste que foi o seu livro de estreia, que acabaram por sair um pouco defraudadas.

A narrativa é igualmente empolgante e bem construída, com a particularidade de fazer paralelismo entre o passado e o presente, o que nos permite ir desvendando o mistério aos poucos, tornando a leitura mais dinâmica e cativante.

A sinopse acaba por revelar um pouco sobre a história ao lançar a questão "será aquele um casamento perfeito ou tudo não passará de uma perfeita mentira?". De facto, estamos perante a história de um casal aparentemente perfeito aos olhos de terceiros, mas que "ao fechar da porta" a realidade é completamente diferente. O enredo é sombrio e perturbador, mas comparando com o segundo livro da autora, não me despertou o mesmo sentimento na leitura.

Na minha opinião, esta história pedia um final mais...falta-me a palavra, hummm, marcante? Não sei, soube a pouco. Depois de alguma tensão ao longo da leitura, o fim do pesadelo de Grace parece acontecer "fácil" demais. Além disso, acho que o sacana do Jack merecia um desfecho mais electrizante. Faltou emoção no final.

Em suma, o segundo livro da autora dá quinze a zero a este, no entanto, não alcançou o mesmo sucesso.

segunda-feira, 15 de outubro de 2018

Cinco boas razões para ver "Assim nasce uma estrela"


1. Bradley Cooper. Realizador e protagonista. Por momentos fiquei na dúvida se Cooper, além de actor, seria cantor. Achei incrível a sua interpretação e bastante admirável o trabalho que teve para se transformar num cantor de country para assim desempenhar este papel de forma irrepreensível.
Nota: vou abster-me de referenciar o facto de ser um gato do caraças.

2. Lady Gaga. Primeiro, adorei "conhecê-la" num registo mais natural, sem a habitual maquilhagem irreverente, aquele loiro platinado, bem como as roupas espalhafatosas (quem não se lembra do vestido de carne usado nos MTV Video Music Awards de 2010?). Se não soubesse de antemão que Lady Gaga era uma das protagonistas do filme, provavelmente, não a reconheceria. Foi uma surpresa boa. É tão comum que acabo por me perguntar se é normal os artistas se "transformarem" quando atingem determinada fama, deixando de ser eles próprios. O próprio filme toca levemente nesta questão quando Jack aconselha Ally a não deixar de ser ela própria, correndo o risco de se tornar "mais uma", uma vez que foi com o jeito dela que conquistou o público. Faz pensar. 
Voltando ao papel de Lady Gaga, temos o seu inegável talento vocal. Que voz!!

3. Narrativa. Infelizmente, o tema do filme é uma realidade comum nos dias de hoje. O filme conta a história de um músico bastante famoso que se deixa levar pelo mundo do álcool e da droga, destruindo a sua carreira, que se apaixona por uma jovem aspirante a cantora que não vê o seu talento ser reconhecido. Uma narrativa que retrata muito bem a realidade dentro do mundo da música/fama.
De referir que a química entre o casal protagonista é fantástica. Jack e Ally são uma dupla com uma sintonia incrível que nos envolvem ao longo da trama e no fim emocionam.

4. Banda sonora. Mágica. Arrepiante de tão bonita. Como é natural, há muita música neste filme, mas...preparem-se para sentir aquele arrepio na espinha!! Pela voz, pela letra, pela representação, pela forma como se adequa a cada parte do filme. A "Shallow" não me sai da cabeça!

5. Desfecho final. Vão chorar. Os mais "durões" vão ficar, pelo menos, com os olhos em água. Não sei qual é a palavra que melhor descreve o final do filme, mas...é arrebatador!!


Este drama musical é a quarta versão da obra realizada em 1937 - com Janet Gaynor e Fredric March nos papeis principais - que também veio a ser produzida em 1954 e 1976 e, para mim, é um forte candidato aos Óscares. Aliás, se não for nomeado e se não conquistar, NO MÍNIMO!, o prémio de melhor banda sonora armo um barraco. Juro que armo um barraco.

sexta-feira, 12 de outubro de 2018

Relax, it's weekend! #42

Finalmente Outono, finalmente temperaturas mais fresquinhas, finalmente vou poder estrear os meus botins tigresss hiper mega giros (yeaaahhhh!). Ainda não foi hoje, mas do fim-de-semana não passa! Um mês na prateleira à espera de ver a luz do dia até é pecado, gente. Nos entretantos, sai uma sugestão de fim-de-semana inspirada nos ditos cujos. Sendo uma peça bastante chamativa, convém que as restantes sejam mais discretas para não ficarmos a um passo da desgraça monumental. Espero que gostem!
Blusão Zara (link) | Camisola Zara (link) | Jeans Zara (link) | Mala Guess (link) | Botins Zara (link)


Bom fim-de-semana!
P.S.: aproveitem para tirar cá para fora os pijamas e as mantas polares, bem como as pantufas quentinhas e fofinhas. :D


terça-feira, 9 de outubro de 2018

WISHLIST | October please be good

E não é que já estamos em Outubro, o mês do Outono? Esta altura do ano costuma ser um pouquinho chata na hora de decidir o que vestir. Um tempo que nem é carne nem é peixe, está calor durante o dia mas um frio de morte mal a noite começa a cair, enfim! Talvez por isso ainda não me sinta perdida de amores por nenhum trapo em especial - à excepção de um casaco de pêlo sintético da H&M, mas ainda não consigo pensar em cenas quentes e peludas -, e ando assim mais inclinada para peças-chave que se destaquem num look, como é o caso de uma mala ou umas sapatilhas.

Além disso, há muito que venho a domesticar a minha veia consumista. Se pararmos para pensar, não usamos, seguramente, metade do nosso guarda-roupa e acabamos por repetir com grande frequência determinadas peças, como se não tivéssemos mais nada para vestir. É ou não é?
Portanto, para quê gastar dinheiro num trapo aqui, num trapo acolá, quando podemos juntar esse dinheiro e apostar em peças que realmente façam a diferença e tragam algo de novo ao nosso armário.

Calçado confortável, uma mala statement, uma boa leitura, é tudo o que podemos querer para entrar em Outubro em bom. A selecção está feita, resta confiar que os astros vão estar a favor.

Paleta sombras Naked Cherry (link): esta é a mais recente novidade em paleta de sombras que entra directamente para a nossa wishlist. As cores são maravilhosas, mesmo a puxar o Outono, não dá para ficar indiferente!!

Livro "O Manuscrito" (link): já sabem que aqui vai constar sempre um livrinho. John Grisham é um autor que desperta-me imensa curiosidade (a par com Ken Follett) e "O Manuscrito" é o seu livro mais recente.

Sapatilhas Adidas SambaRose (link): Acho que estas sapatilhas entram na wishlist de qualquer sneaker addict que se preze. Na wishlist do meu aniversário já constava um modelo Samba da Adidas, mas entretanto, saiu este e, meninas, são lindas!! Vou-me a elas!!

Mala Guess (link): na wishlist de Setembro (/aniversário) também constava uma mala vermelha, entretanto, vi esta e apaixonei-me. Não resisto às malas da Guess. Sou uma fácil.