#

quarta-feira, 9 de novembro de 2016

E depois do 11 do 9...

...a 9 do 11 a América volta a sofrer um atentado. Desta vez, consentido.


E eu pergunto: aqueles americanos são burros ou comem merda às paletes?!
Desculpem a expressão, mas isto é surreal.



31 comentários:

  1. São tão burros como nós! Sabemos tudo e um par de botas sobre a casa dos outros, mas quando chega a nossa vez para irmos votar, optamos por nem tirarmos o rabo de casa. Preferimos a abstenção. Tinham o Bernie Sanders. Agora? Aguardemos que alguém o acalme e que não desate aos tiros pelo mundo inteiro, só porque lhe apetece.

    ResponderEliminar
  2. Também ainda nem acredito e até tenho medo do que por aí vem, só espero que a Hillary tire alguma carta da manga...

    Beijinho <3

    Lina Soares
    http://trintaporumalinhanoticias.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  3. Não sei se é da tua autoria, mas de facto o MELHOR título que li até agora!

    ResponderEliminar
  4. A Hillary era uma pessoa do sistema, com muitos anos de política e muitos acharam que já estaria corrupta. Se queres culpar alguém, começa por culpar os democratas que escolheram a Hillary em vez do Bernie Sanders. Se queres culpar alguém culpa a Hillary que achou que em alguns estados estava no papo e nem se dignou em fazer campanha lá. As pessoas estão fartas de pessoas do sistema, as pessoas querem quebrar o ciclo de candidatos que defendem os grandes interesses. E o Obama não ajudou. Se queres que te diga, sinceramente, o Obama foi uma desilusão enquanto presidente. Viste grandes mudanças nas questões raciais e na imigração? Não. Viste um forte cresimento do país e uma descida grande da taxa de desemprego? Não. Depois aparece um candidato que nunca teve metido na política, que vive o sonho americano, podre de rico. Essa pessoa fala para o povo, promote lutar pelos interesses do povo. Se ele é um FDP? Se ele é arrogante? É! Mas ignorante ele não é.. ninguém dava nada por ele e vê onde ele chegou!
    E nós portugueses somos melhores do que ele?!?! LOL Gata acorda para a vida! Olha as nossas taxas de abstenção nas eleições! Olha para os partidos políticos continuamos a votar! Olha para a corrupção no nosso país!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. "promete lutar pelos interesses do povo"??? Foda-se, cala-te. Que povo? Esqueceste-te que os pretos, as mulheres,os imigrantes e os muçulmanos também são o povo.

      Eliminar
    2. Anónimo vá ver os resultados das eleições por estado. E por falar em mulheres, 47% votou no Trump. Por falar em imigrantes quase 30% votou no Trump. A verdade é que a Hillary não conseguiu mobilizar tantos votos como precisava, enquanto que Trump consegiu fazer com que aqueles que não votaram em eleições anteriores, particularmente o povo branco mais conservador, fossem votar. A verdade é que ele investiu na classe média descontente com as políticas de Obama, aquela classe que não viu grandes melhorias na sua qualidade de vida. Os pretos? Até parece que existe grande igualdade racial neste momento nos EUA.. Já agora que fico claro, não sou apoiante do Trump, mas também não sou apoiante da Hillary. Os candidatos eram uma merda, portanto os resultados tmbém o são.

      Eliminar
    3. Querida Sofia vá estudar e cultivar um bocadinho de inteligência.
      Parecendo que não, hoje em dia já temos acesso a informações de forma facilitada.
      Faça assim escreva no google (sabe o que é?) propostas de donald trump, e depois pense um bocadinho.
      Ah e depois veja o que aconteceu nos ultimos 8 anos de direcção Obama, veja como a economia melhorou, como relações com outros países foi retomada, como se debateu políticas verdes....

      No fundo antes de fazer comentários ridiculos, pense. Ou então coma um doce que isso passa.

      Eliminar
    4. Vááá, acho que é possível defendermos a nossa opinião sem ataques e ofensas aos outros.

      Eliminar
    5. Se as politicas do Obama tivessem sido assim tao bem sucedidas, os democratas não teriam perdido as eleições, muito menos teriam perdido os estados onde já estavam a contar com a vitória.
      As medidas do Trump por enquanto são só palavras, até passar a acções vai uma grande distância. Particularmente em alguma áreas, e tendo em conta que as leis variam de estado para estado, certas coisas (Exemplo: aborto, casamento homossexual) serão muito difíceis de concretizar.
      Quanto às políticas externas, as boas relações são só com a europa ou com alguns países asiáticos. Já com a Rússia é o que é. Já o discurso do Trump adaptado para a Russia é de conversações ao contrário do da Hillary.
      Uma pequena nota para as informações: não é segredo nenhum qual era a preferência política da esmagadora maioria dos meios jornalísticos. Encontrar fontes que sejam isentas está a tornar-se uma tarefa bem complicada

      PS: não sei se o caro Anónimo se está a aperceber, mas está a usar exatamente a mesma estratégia que o Trump usou para ganhar as eleições, um discurso de ofensas. Ou seja, por muito educada que eu seja nos comentários, tá visto que eu já perdi. Se calhar não é só ele que está mal no mundo não é?

      Eliminar
    6. Sofia como resposta deixo lhe só o meu sorriso sarcástico.
      E boa sorte ;) a continuar a interpretar as coisas assim vai precisar dela.

      Eliminar
    7. Concorde-se ou não com a Sofia, tem um discurso estruturado e justifica a sua opinião. O anónimo que lhe responde não passa de um labrego, claramente. Isto para ser educado.

      Eliminar
    8. concordo Gualter

      Eliminar
    9. Embora não concorde completamente com a interpretação dos factos feita pela Sofia, não posso deixar de concordar que se exprime bem e foi muito educada.
      Mas há dois dados no seu discurso que não são completamente acertados. A Clinton, de facto, não mobilizou os votos necessários para ser eleita, mas foi a mais votada. Isso significa pouco, já com o Al Gore foi o mesmo, mas é um facto.
      Quanto à taxa de desemprego dos EUA, se é verdade que atingiu os 10% na administração Obama, também é verdade que actualmente se encontra abaixo dos 5%. Parecendo pouco, é uma descida para metade. Mas há que concordar que num país com a população dos EUA, 5% ainda é muito elevado.

      Quanto ao Trump, o tempo dirá.

      Eliminar
  5. Comem merda às colheres de café (pra saborearem melhor)

    Ainda não acredito nisto.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ou isso ou à palhinha (ahahah).

      Pode ser que a Hillary peça uns conselhos ao "nosso" Costa e ainda consiga ser presidente mesmo sem ter ganho.

      Eliminar
    2. Oh Gata eu gosto bastante de visitar o teu blog, mas confesso que, volta e meia, me espanta a forma como escreves, a roçar tanto a brejeirice ou mesmo a falta de educação.
      Não sou puritana, mas num assunto que podias dizer tanto de forma mais eloquente, como sabes tão bem escrever quando queres, choca-me que os teus comentários sejam apenas e só esses.

      Quanto ao mais, o sistema português nada tem a ver com o sistema americano, sendo que o António costa é o 1.º ministro e o governo não é eleito mas sim nomeado. As eleições em Portugal decorrem para os deputados que compõem a Assembleia da República, para as autarquias locais e para o Presidente da República.

      Bjs

      Eliminar
    3. Oh geeeeeeeeeeeente, ooohh geeeeeeeeente!! Isto do António Costa foi só uma piadinha, sim? Aliás, ontem, o que não faltou foram piadas e bitaites em todo o lado sobre o sucedido e ainda bem

      Quanto ao resto, simplesmente não me apeteceu estar aqui com grandes teorias e preferi ser "curta e grossa" (e mal educada, pronto), até porque já temos por aqui muitos poços de sabedoria. Além disso, detesto discutir politica. Isso e futebol, são dois temas bastante controversos que prefiro não abordar, porque em menos de nada está a barraca montada e dispenso. Mesmo assim, vem sempre um ou outro anónimo armado ao pingarelho menosprezar a inteligência e nível intelectual alheio. Pffffffffffff!!
      (não me referi a si)

      Beijinho

      Eliminar
    4. Tu deves ser prima do elástico!!
      AHAHAHAH :D

      Eliminar
    5. Ahahahahahahahaha 😂
      Uma diz mata, outra diz esfola.
      Eu devo é ser tua prima afastada ou tua prima de outra encarnação 😂

      Eliminar
  6. A Hillary é uma raposa velha na política! Já sabia bem os tachos e quem comprar, e mesmo, quem já a tinha comprado! Por isso quiseram fugir a isso e ter alguém sem vícios! Maluco como tudo mas sem vícios políticos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O sistema estava viciado. Deixou de estar mas não sei o que é preferível. :-(

      Eliminar
  7. Boa tarde Gata, e que tal expressares a tua opinião de uma forma bem educada? Obrigada!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Boa noite Unknown. Não me apetece. De nada!

      Eliminar
  8. Acho que foi apenas uma forma de não votarem numa mulher... E a maior burrice da vida deles!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Infelizmente partilho da tua opiniao. Ate fora da politica, se tomarmos como exemplo o meio empresarial: os homens nao se reveem num lider mulher e as mulheres sao avessas a dar a lideranca a outra mulher. Tanta tinta sobre o preconceito racial, mas o de genero ainda prevalece.

      Eliminar
    2. Sim, vamos agora fazer o papel de "coitadinhas de nós mulheres que nunca chegaremos a lado nenhum porque há preconceito" a Hillary não ganhou, não por ser mulher mas porque não inspirou confiança aos norte americanos, ela era acusada de coisas muito graves, inclusivamente de abafar casos de violação durante o mandato do seu marido. Ela perdeu porque não servia para o cargo, aliás nem ela nem o trump servem.

      Eliminar
    3. Já cá faltava. Reduzir tooodo o contexto político destas eleições a uma luta de géneros é... pouco esclarecido, no mínimo.

      Eliminar
  9. um atentado, de facto! Mas como se diz aqui na minha terra «quem morre porque quer, não se reza por alma»...
    Só tenho pena de nós, restante mundo, que vamos ter que levar com as consequências deste maluco a dirigir uma das potências mundiais :/

    ResponderEliminar
  10. Ainda não percebi este ataque ao Donald Trump.Vivem no pais democrático (Democracia é um regime político em que todos os cidadãos elegíveis participam igualmente). se fosse uma monarquia ainda percebia este ataque ao homem agora assim não consigo perceber.
    E o que acho ainda mais giro é que vivemos num pais onde todos os dias temos noticias de grupo de pessoas ( médicos, farmacêuticos,militares, políticos...) suspeitas de corrupção e ninguém mete fotografias ou faz piadas sobre o assunto.

    Realmente o Pedro Dias escolheu mesmo bem o dia para se entregar às autoridades!

    Liliana

    ResponderEliminar
  11. Isso é bem verdade, basta olhar para o o que aconteceu nos EUA para perceber o quanto é pequenino o mundo em que vivemos, estamos tão enfiados na nossa vidinha, tão preocupados connosco próprios que nem percebemos as barbaridades que estamos a fazer à humanidade.
    Neste caso percebemos facilmente o quanto o povo dos EUA é mesquinho, é mau, é egoista (igual a nós e a outros tantos)e como para se beneficiar a si próprios acreditam em qualquer um... mesmo que esse um seja o pior que já lhe passou pela vista.
    Enfim... agora aguentem!!!!

    ResponderEliminar